Agronegócio

Após “profecia” em live, cantor sertanejo compra fazenda de R$ 275 mi em MT

Propriedade de Gusttavo Lima é apta ao plantio

Publicados

Agronegócio

Além de cantor e compositor, Nivaldo Batista Lima ou Gusttavo Lima, ele é também um pecuarista e grande investidor do setor agropecuário. A alguns anos ele recebeu o título de Embaixador do Agronegócio no Brasil e é considerado um dos sertanejos mais ricos do país.

Segundo as informações divulgadas até o momento, toda a equipe do cantor está envolvida na negociação do imóvel e, segundo os dados, a localização escolhida foi o estado do Mato Grosso, que é o estado com o maior rebanho do país e o maior produtor de grãos.

A compra da fazenda

A compra da fazenda vem de uma história que começou ainda em outubro de 2020, onde o cantor foi homenageado durante a LIVE realizada no estado do Mato Grosso. A live O Embaixador no Agronegócio foi transmitida de uma enorme fazenda de soja, no Mato Grosso, sem plateia. Apenas sendo transmitida através do canal do sertanejo no YouTube.

Na ocasião, o cantor recebeu pelo show, Gusttavo o valor de R$ 1,5 milhão. Cuiabano Lima convidou o produtor rural e um dos maiores produtores de grãos do país, Dilceu Rossato, para entregar a homenagem a Gusttavo, uma placa com os seguintes dizeres -– “Conferimos ao maior artista do Brasil o título de Embaixador do Agronegócio brasileiro. Ficamos felizes por nos representar, toda a classe trabalhadora que alimenta o mundo”

Leia Também:  Justiça aciona polícia e manda destruir lavoura ilegal do presidente da Aprosoja de MT

Claramente emocionado Gusttavo Lima agradeceu e disse – “Eu não sei nem o que falar, porque eu acho que depois dessa homenagem vou ter que vir pra cá morar em uma fazenda, comprar uma fazenda aqui no Mato Grosso para estar perto de vocês”.

O sonho e profecia do embaixador começam a se tornar realidade. Segundo as informações, ele está negociando uma mega fazenda no valor “simbólico” de cerca de R$ 270 milhões. A imensidão de terra e estruturas podem ser vistas nas imagens e vídeos abaixo!

A propriedade

Segundo as informações, a propriedade possui mais de 39.000 hectares de área agricultável e pronta para o plantio. Além disso ela possui:

Campo de Futebol

Galpão para secagem e armazenagem de grãos

Casas de funcionários

Pista de pouso particular

Piscina

Maquinários agrícolas

Rebanho de corte

As negociações estão praticamente fechadas e o cantor já tem visitado a região junto de seus assessores para se inteirar dos valores e projetos que serão desenvolvidos na propriedade.

Carreira do cantor

O cachê do sertanejo em 2019 foi estimado em cerca de R$ 800 mil reais e mesmo com a pandemia do Coronavírus em 2020, Gusttavo, manteve-se lucrando alto com a realização de lives patrocinadas por grandes marcas. A seguir vamos contar um pouco da trajetória do artista mais lucrativo do sertanejo atual. Sua agenda de shows de 2022 já foi vendida e ele deverá receber uma quantia de R$ 330 milhões.

Leia Também:  Max critica candidatura de ministro "forasteiro" ao Senado em MT

Com a pandemia ainda impossibilitando sua agenda de shows, Gusttavo Lima aproveitou esta sexta-feira (28) em uma pescaria com alguns amigos, entre eles o cantor Thiago Brava, no rio Araguaia no Mato Grosso. O sertanejo compartilhou em seu Instagram alguns momentos, entre eles, um em que aparece segurando com as mãos um peixe “gigante”, um pirarara, mais especificamente.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Suspensão das importações já afeta produção de 9 frigoríficos

Publicados

em

Suspensão das importações de carne bovina brasileira por 3 países após casos atípicos da doença da “vaca louca” afeta produção de 9 frigoríficos de Mato Grosso. Desde o dia 4 deste mês, a China deixou de comprar a proteína animal fornecida pelo Brasil. O país asiático consumiu 50% do volume de carne bovina exportada pelos frigoríficos mato-grossenses em 2021. A interrupção das exportações para a China foi imediata à confirmação dos dois casos atípicos de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB) -doença conhecida como o “mal da vaca louca” -em Mato Grosso e em Minas Gerais. Na sequência, Rússia e Arábia Saudita – este no dia 6 – também deixaram de importar o produto.

Dentre os 32 frigoríficos aptos à exportação com Serviço de Inspeção Federal (SIF) no Estado -11 deles pertencentes ao grupo JBS -, 7 são habilitados a vender para a China e dois para a Rússia, informa o Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Mato Grosso (Sindifrigo). A suspensão das importações de carne bovina brasileira pela Arábia Saudita envolve 5 frigoríficos de Minas Gerais, esclarece o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “Para Arábia Saudita, (exportações) sem restrições”, diz o presidente do Sindifrigo, Paulo Bellincanta, sobre as vendas externas de Mato Grosso para aquele país.

Leia Também:  Corpo de um homem é encontrado em lago no Distrito de Paredão Grande

De acordo com ele, todos os frigoríficos de Mato Grosso aptos a vender para China e Rússia estão sem produzir para estes dois países. Eles representam 28% do total de indústrias aptas à exportação da proteína animal no Estado.

Neste ano, os frigoríficos mato-grossenses exportadores de carne faturaram US$ 1,1 bilhão com embarque total de 247 mil toneladas de carne bovina, de janeiro a agosto. Deste volume, 50,5% foram direcionados para a China, que demandou 124.898 (t) por US$ 640,7 milhões, segundo o Mapa. A Arábia Saudita importou 3.897 (t) de carne bovina por US$ 17,2 milhões, acumulados nos 8 meses de 2021. Sobre a Rússia, a plataforma digital Agrostat do Ministério da Agricultura não forneceu informações.   Comparado com os 8 primeiros meses de 2020, as vendas de carne bovina de Mato Grosso aumentaram 24,9% para China e 26,2% para Arábia Saudita neste ano. Ao todo, o comércio do produto com os demais países apresentou redução de 4,2% em volume e evolução de 8,8% no saldo comercial em relação ao último ano. Em 2020, até agosto, Mato Grosso embarcou 257.978 toneladas de carne bovina pela quantia total de US$ 1 bilhão.

Leia Também:  Secretaria Municipal de Assistência Social de Campinápolis e CRAS divulga os vencedores do 1º Concurso de desenho em comemoração ao Dia dos Pais

Tratativas 

O Mapa esclarece que a Arábia Saudita suspendeu importações devido a ocorrência de EEB, apesar da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) ter concluído, no dia 6, que não há risco de contaminação do rebanho por ser atípica. A decisão daquele país foi comunicada ao Mapa pelo adido agrícola em Riade. Foram encaminhadas informações técnicas sobre o caso para as autoridades sanitárias da Arábia Saudita e estão sendo realizadas reuniões, mas não há ainda previsão sobre a retirada das suspensões. Em relação à China, o Brasil suspendeu temporariamente – no dia 4 -as exportações de carne bovina em cumprimento ao protocolo sanitário firmado com aquele país. A suspensão continua vigente até que autoridades chinesas concluam avaliação das informações repassadas pelo Brasil. Também não há, ainda, previsão de retomada das vendas desse produto para aquele país.

A Rússia suspendeu, na semana passada, alguns produtos de alguns SIFs. O Mapa enviou informações técnicas as autoridades sanitárias da Rússia, solicitando que essas restrições temporárias não sejam impostas.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA