BARRA DO GARÇAS

Brasil

Nova pesquisa revela uma vantagem esmagadora para Lula

Cientista político explica por que, no cenário atual, o petista tem 23 milhões de eleitores a mais e como o voto útil pode definir disputa contra Bolsonaro

Publicados

Brasil

Enquanto o país foca – quase que obsessivamente – nos números conquistados por cada candidato até agora para o primeiro turno das eleições de 2022, o cientista político Antônio Lavareda, responsável pela pesquisa Ipespe, fez a conta para a coluna de como estaria hoje a vantagem de Lula sobre Jair Bolsonaro em um eventual segundo turno.

De acordo com a última rodada do instituto, divulgada nesta segunda-feira, 25, se a segunda etapa das eleições fosse hoje, o petista venceria o atual presidente por uma margem de 23 milhões de votos – todos eles contabilizados pelas urnas eletrônicas.

“Traduzidos em votos válidos, os números do Ipespe (53% versus 36%) representam um placar de 60% a 40% pró Lula [no segundo turno]. Lembrando que Bolsonaro venceu Fernando Haddad em 2018 por 55% versus 45% e ganhou com uma dianteira perto de 11 milhões de votos. Se a eleição fosse agora, [o presidente] perderia por uma margem de 23 milhões [para Lula]”, afirmou Antônio Lavareda à coluna.

Leia Também:  Vou indicar quem toma cerveja comigo”, diz Bolsonaro sobre indicação ao Supremo

Robusto eleitoralmente, este número coloca o ex-presidente com uma vantagem tão folgada que, para o cientista político, pode empurrar o eleitor brasileiro para o voto útil no primeiro turno, à medida que o dia 2 de outubro, data da primeira etapa do pleito, for se aproximando do calendário eleitoral.

“Numa eleição em que se discute a ocorrência ou não do segundo turno, a correlação de forças no cenário testado dessa segunda volta será um fator decisivo caso a lógica do segundo venha a percolar as decisões finais dos eleitores na primeira rodada”, completou ele, que é um dos mais respeitados especialistas em pesquisas eleitorais no Brasil.

Fica claro com o raciocínio de Antônio Lavareda que, se Lula mantiver essa vantagem sólida contra Bolsonaro nos próximos 68 dias, a lógica do voto útil pode esvaziar os outros candidatos daqueles eleitores que prefeririam eles, mas, em primeiro lugar, não querem o atual presidente – de jeito nenhum.

Hoje as pesquisas mostram o petista vencendo em alguns cenários já no primeiro turno ou indo para o segundo turno por estar em empate técnico com a soma dos votos de todos os outros candidatos. E é isso o que mais se discute nas rodas políticas. Com esse quadro atual, a aproximação do dia da eleição pode resolver a questão para o PT de uma vez por todas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil

Alunos de Medicina da UFRJ levantam toalha de Lula na formatura

Ex-presidente compartilhou foto dos estudantes em seu perfil do Twitter

Publicados

em

No último domingo, 31, uma turma de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) viralizou nas redes após uma foto de formatura diferenciada. Além das tradicionais fotos de beca com o Pão de Açúcar no fundo, os estudantes levaram uma toalha estampada com o rosto de Lula (PT) para compor o cenário. “Os próximos médicos da UFRJ estão com Lula”, escreveu um dos formandos em um post. A imagem chegou até o petista, que a compartilhou em seu perfil do Twitter. “Parabéns aos formandos. Desejo uma boa carreira melhorando nossa saúde pública. Um abraço”, disse o ex-presidente.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Senado mantém direitos políticos de Dilma
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA