Cidades

Economia de Canarana se aproxima de R$ 2 Bilhões e ultrapassa Barra do Garças

Com o crescimento da região no avanço na produção de grãos, Canarana se desponta no cenário nacional caminhando a passos largos rumo ao desenvolvimento. A gestão do prefeito Fábio Faria (DEM), com apoio da Câmara de vereadores tem focado na visão desenvolvimentista e geração de emprego e renda para sua população. Pelo menos 100 novas empresas já se inscreveram para se instalar na cidade e pleiteiam a aquisição de áreas no setor industrial.

Publicados

Cidades

O município de Canarana ultrapassou Barra do Garças, tornando-se a segunda maior economia do Vale do Araguaia, que compreende 25 municípios no leste de Mato Grosso. O Valor Adicionado (VA), que é o principal índice que compõem o PIB (Produto Interno Bruto), foi publicado no dia 03 de agosto no Diário Oficial do Governo do Estado de Mato Grosso.

O VA de Canarana saltou de 1,123 bilhão de reais em 2019 para R$ 1,835 bi em 2020, aumento superior a 63%, sem descontar a inflação do período. Já Barra do Garças, cidade mais populosa da região, foi de R$ 1,498 bilhão para R$ 1,526 bi em 2020, aumento de 1,86%. A liderança continua com Querência, com surpreendentes R$ 2.983 bilhões, ante R$ 1,657 bi de 2019, crescimento de 80%.

A quarta maior economia do Araguaia vem de São Félix do Araguaia, com R$ 1,384 bi, seguido por Água Boa, que teve um VA de R$ 1,287 bilhão em 2020. Todos os demais municípios ficam abaixo das cifras bilionárias. Confresa, mesmo com a segunda maior população da região, registrou um VA de 878 milhões de reais. Nova Xavantina alcançou R$ 861 milhões e Gaúcha do Norte R$ 683 mi.

Vale destacar que os municípios com maiores economias são aqueles que possuem as maiores áreas com agricultura, exceto Barra do Garças. O VA é o principal índice que forma o IPM (Índice de Participação dos Municípios), que rateia o ICMS entre as cidades. O maior IPM da região será de Querência, com índice 1,52, o que significa que a cada 100 reais de ICMS destinados aos municípios de Mato Grosso, R$ 1,52 vai para Querência.

O segundo maior Índice de Participação dos Municípios será de Barra do Garças com 1,11, seguido por Canarana em terceiro com 1,007, São Félix do Araguaia com 0,77, Água Boa com 0,709, Gaúcha do Norte com 0,587, Confresa com 0,559 e Nova Xavantina com 0,520. Esse índice vale para o ano de 2022.

Leia Também:  Ministro da Educação prorroga prazo de pactuação para que municípios possam concluir obras inacabadas em MT

O Diário Oficial também traz os números de arrecadação própria, que são os tributos que entram nos cofres através de impostos municipais, como IPTU, ITBI e ISSQN. O município com maior receita própria em 2020 foi Barra do Garças com R$ 31,233 milhões, seguido por Água Boa com R$ 21,915 mi, Querência com R$ 20,817 mi e, em quarto lugar, Canarana com 20,557 milhões de reais.

O DESAFIO DE UM NOVO TEMPO


CANARANA UMA CIDADE NO ARAGUAIA QUE VIROU DESTAQUE NO CENÁRIO NACIONAL

Com visão empreendedora voltada para a defesa dos municípios do Vale do Araguaia, o prefeito de Canarana Fábio Faria (DEM) que esta no seu segundo mandato, vem se destacando em todo o Estado de Mato Grosso graças a sua forma tranquila, responsável e equilibrada em administrar e investir os recursos públicos.

Para se ter uma ideia do tamanho que se tornou o município de Canarana dentro dessas duas gestões do prefeito Fábio Faria, somente no novo setor industrial que esta sendo construído ao lado da MT-326 (próximo do antigo frigorífico), mais de 100 empresas já se inscreverem para adquirir uma área para fazer seus investimentos, seja na construção de galpões e grandes armazéns, bem como na instalação de novas indústrias na cidade, o que resultará na geração de mais emprego para a população de Canarana e do Vale do Araguaia.

A expectativa é que até o início do próximo ano sejam adquiridas as licenças ambientais para dar prosseguimento ao projeto.

Enquanto a gestão municipal trabalha duramente e em ritmo acelerado preparando a cidade para o futuro e recebendo novos investidores, equipes da Prefeitura trabalham incansavelmente tocando obras e trabalhando na conservação das rodovias que cortam o município para garantir o escoamento dos grãos produzidos em toda região.

Recentemente o prefeito Fábio reuniu a imprensa local para prestar conta a sua população dos investimentos que a Prefeitura de Canarana vem realizando em todo o município, desde obras de infraestrutura, investimentos em iluminação pública, substituindo lâmpadas comuns em LED,  reformas e reconstrução de escolas na zona rural e urbana, construção de nova creche e obras de drenagens no bairro Morada do Sol.

Leia Também:  Em 48h, 2º DJ é executado em Sinop; filha de 10 anos leva tiro na boca

Na área da saúde, o município a atual gestão dobrou o número de médicos de oito para 16, oferecendo mais especialidades, como ginecologia, pediatria e ortopedia. Em breve será inaugurado o novo Laboratório e iniciará a ampliação do Hospital Municipal.

Em parceria com o IFMT a Prefeitura irá ampliar a oferta de cursos profissionalizantes, a expectativa de instalar um campus do Instituto em Canarana. Enquanto isso, a Prefeitura Municipal reformou escolas da zona rural e do perímetro urbano e caminha para transformar a educação de Canarana entre as melhores dentro do Estado de Mato Grosso.

Outra obra importante para a região será a pavimentação asfáltica, sinalização e iluminação do Aeroporto Municipal devido ao grande fluxo de pousos e decolagens de aeronaves no município, o projeto foi formalizado em parceria com o governo do estado, cujos investimentos devem ultrapassar 10 milhões de reais. A expectativa é que as obras iniciem no inicio de 2022.

A execução das obras na aplicação de lama asfáltica com modernos micros revestimentos em vários bairros e avenidas da cidade esta presente no dia a dia da população e tem ofertado nova roupagem estrutural e de embelezamento na cidade de Canarana, ao todo serão mais de dez milhões em investimentos.

No esporte e lazer a gestão municipal tem cumprido seu papel em todo o tempo, recentemente investiu na construção de quadras de areia e construção de campo society para a juventude esportiva.

Quanto às rodovias, além da previsão de conclusão da pavimentação da MT-020 em 2022, deverá iniciar no ano que vem o asfaltamento de 58 km da MT-110 entre Canarana e Querência.

Por outro lado, o Governo do Estado também deverá pavimentar a MT-427 ligando o distrito de Culuene com Gaúcha do Norte em parceria com os dois municípios.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Estado construirá mais de 20 mil casas para carentes em MT

Publicados

em

Idealizado pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, o programa SER Família Habitação foi aprovado em segunda votação pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) na última semana. O Projeto de Lei 962/2021, que prevê a implementação do programa, deve ser sancionado pelo governador Mauro Mendes nos próximos dias.

“Fiquei muito feliz com a aprovação! Agradeço aos deputados que contribuíram para que saísse o Projeto de Lei. Através do SER Família Habitação, muitas famílias vulneráveis de MT terão direito à moradia. Infelizmente ainda temos muitas famílias mato-grossenses que não têm um lar, e a intenção desse programa é dar qualidade de vida para a população mais carente de Mato Grosso”, afirmou Virginia Mendes.

“Precisamos atender a população que sonha com a casa própria, que sonha em ter condições para cuidar da sua família. O Governo terá o apoio da Assembleia Legislativa para concretizar o sonho dessas famílias e dar tranquilidade a muitos mato-grossenses”, completou o presidente da ALMT, deputado Max Russi.

O “Ser Família Habitação” será executado pela MT Participações e Projetos (MT PAR), juntamente com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc). A MT PAR também poderá desenvolver novos programas, ações e modalidades de sistemas construtivos, podendo atender ainda demandas rurais diretamente ou por meio de parcerias com o setor privado.

Leia Também:  Golpe do diploma faz Gaeco denunciar 18 membros de quadrilha em MT

Conforme o Projeto de Lei, a gestão estadual está autorizada a implementar ações para alocar recursos que serão utilizados na construção de 20 mil unidades habitacionais em Mato Grosso. Ainda de acordo com o PL, os subsídios previstos serão estabelecidos por meio de decreto estadual, com base na renda familiar bruta, podendo ser priorizadas pessoas com deficiência, idosos, mulheres vítimas de violência, além e servidores ativos e aposentados.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA