Cidades

Prefeita Janailza participa da expedição Ilha do Bananal e anuncia construção da capela mortuária

Em São Felix do Araguaia o trabalho continua, enquanto isso a Prefeitura tem procurado contemplar todo o município com obras, seja no perímetro urbano com pavimentações asfálticas e outras ações, toda a zona rural e o distrito de Espigão do Leste.

Publicados

Cidades

EXPEDIÇÃO ILHA DO BANANAL

Na semana passada foi realizado mais uma edição da “Expedição Ilha do Bananal” os aventureiros desta vez saíram de São Félix do Araguaia-MT para o vizinho município goiano de Lagoa da Confusão-TO, ocasião em que foram recepcionados pela população daquela cidade.


Expedição Ilha do Bananal, turismo cultura e entretenimento

Essa foi mais uma aventura esportiva envolvendo dois municípios turísticos, cercados pelo rio Araguaia e abraçados pela Ilha do Bananal, a maior ilha fluvial do mundo. Por fim rolou bastante entretenimento, aventura, lazer, adrenalina, palestras e muita troca de experiências e conscientização ambiental entre a população dos dois municípios.

Nesta tão esperada aventura esportiva todos os integrantes participaram de forma alegre, descontraída e divertida, apreciando as belezas do rio Araguaia e da Ilha, as ações envolveram as secretarias municipais de esporte lazer e turismo dos dois municípios, e contou com a participação de dezenas de pessoas.


Expedição Ilha do Bananal, turismo cultura e entretenimento

CONSTRUÇÃO DA CAPELA MORTUÁRIA

Graças ao empenho da prefeita Janailza Taveira e apoio do senador Welington Fagundes que fez gestão junto ao governo federal em Brasília, a construção da tão esperada Capela Mortuária de São Felix do Araguaia passou a ser realidade.

Leia Também:  Enchente quase leva ponte na região do Araguaia

Na última semana foi autorizado pela Defesa Civil o inicio da obra de construção da Capela, a obra já havia sido licitada após emenda do senador Welington Fagundes que liberou o montante de R$ 400 mil reais para sua execução.


Casa Mortuária, em breve será realidade em São Felix do Araguaia

A construção de capelas mortuária nos municípios mato-grossenses tem aumentado bastante pelo fato de ser de grande importância para as famílias nos momentos de dor, principalmente por ser uma estrutura necessária à sociedade quanto aos outros logradouros públicos, o local é destinado a velórios e atos de cerimónias fúnebres.

 “é uma obra de grande importância para os moradores de São Felix do Araguaia, o objetivo da nossa gestão é proporcionar mais dignidade e conforto físico às famílias e entes, em momento de fragilidade emocional”. Disse a prefeita Janailza.


Projeto da Casa Mortuária após sua execução

De acordo com o projeto, o espaço deverá contar com salões para velório, banheiros individuais e acessíveis para pessoas com deficiência, projeto de paisagismo moderno, jardim, iluminação e amplo estacionamento.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Estado construirá mais de 20 mil casas para carentes em MT

Publicados

em

Idealizado pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, o programa SER Família Habitação foi aprovado em segunda votação pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) na última semana. O Projeto de Lei 962/2021, que prevê a implementação do programa, deve ser sancionado pelo governador Mauro Mendes nos próximos dias.

“Fiquei muito feliz com a aprovação! Agradeço aos deputados que contribuíram para que saísse o Projeto de Lei. Através do SER Família Habitação, muitas famílias vulneráveis de MT terão direito à moradia. Infelizmente ainda temos muitas famílias mato-grossenses que não têm um lar, e a intenção desse programa é dar qualidade de vida para a população mais carente de Mato Grosso”, afirmou Virginia Mendes.

“Precisamos atender a população que sonha com a casa própria, que sonha em ter condições para cuidar da sua família. O Governo terá o apoio da Assembleia Legislativa para concretizar o sonho dessas famílias e dar tranquilidade a muitos mato-grossenses”, completou o presidente da ALMT, deputado Max Russi.

O “Ser Família Habitação” será executado pela MT Participações e Projetos (MT PAR), juntamente com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc). A MT PAR também poderá desenvolver novos programas, ações e modalidades de sistemas construtivos, podendo atender ainda demandas rurais diretamente ou por meio de parcerias com o setor privado.

Leia Também:  Governador inaugura quase 100 km de asfalto em Sinop

Conforme o Projeto de Lei, a gestão estadual está autorizada a implementar ações para alocar recursos que serão utilizados na construção de 20 mil unidades habitacionais em Mato Grosso. Ainda de acordo com o PL, os subsídios previstos serão estabelecidos por meio de decreto estadual, com base na renda familiar bruta, podendo ser priorizadas pessoas com deficiência, idosos, mulheres vítimas de violência, além e servidores ativos e aposentados.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA