Cidades

Prefeito de General Carneiro fala sobre projeto de subsistência alimentar para povo Xavante

Serão plantados 50 hectares para o povo Xavante, em Sangradouro, e 50 hectares para os Bororo, na aldeia Meruri.

Publicados

Cidades

O prefeito de General Carneiro, Marcelo Aquino (PL), explica que esteve em Brasília no início de maio apresentar para Fundação Nacional do Índio (FUNAI) o projeto da subsistência alimentar. Serão 50 hectares para o povo Xavante, em Sangradouro, e 50 hectares para os Bororo, na aldeia Meruri.

A primeira-dama, Virginia Mendes foi convidada pelo prefeito para ser a madrinha do projeto. Marcelo acredita que Virginia irá somar muito com a ação.

“Onde ela está tocando você pode ter certeza que tudo vai se abrindo”, afirmou o prefeito ao se referir a primeira-dama.

Segundo Marcelo para lavouras entre as aldeias do município será feito o plantio de arroz, feijão e milho. Revelou também que pretende implantar um projeto de piscicultura nas aldeias e convidar Virginia para ser madrinha.

Caso o projeto seja aprovado, General Carneiro será o primeiro município no estado de Mato Grosso com a piscicultura nas aldeias. Marcelo afirmou se preocupar com a inclusão dos indígenas, recentemente as estradas que são acesso as aldeias foram patroladas.

Leia Também:  Prefeito recebe ambulância adquirida com emenda do deputado Emanuelzinho e também se reúne com deputado federal Juarez Costa

Sem fins lucrativos, a primeira-dama Virginia afirmou que se sentiu honrada com o convite e ressaltou que o governo de Mauro Mendes (DEM) tem trabalhado com projetos voltados a comunidade indígena.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Marcelo Aquino se reúne com lideranças indígenas para discutir projeto em aldeias

Prefeito de General Carneiro definiu detalhes do projeto de roça mecanizada nas aldeias do município nesta sexta-feira (11).

Publicados

em

O prefeito de General Carneiro, Marcelo Aquino (PL), se reuniu com lideranças indígenas da Terra Indígena Sangradouro, nesta sexta-feira (11), para discutir e definir detalhes sobre o projeto de roça mecanizada nas aldeias.

O projeto de subsistência alimentar em aldeias que consiste no plantio e colheita de arroz, feijão e milho foi apresentado a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) ainda no início de maio durante uma viagem de Aquino à Brasília. Serão 60 hectares para o povo Xavante, em Sangradouro, e 50 hectares para os Bororo, na aldeia Meruri. Todos os alimentos produzidos serão devolvidos às aldeias, sem fins lucrativos.

Além do termo de cooperação com a FUNAI, na próxima semana durante uma audiência será feita uma parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf-MT) e com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB) para a definição do cronograma e execução financeira do projeto.

A primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, foi convidada pelo gestor para ser a madrinha do projeto devido ao trabalho de assistência social que ela tem realizado voltado as comunidades indígenas do estado.

Leia Também:  PREFEITURA OFICIALIZA ENTREGA DE ÔNIBUS SEMINOVO PARA TRANSPORTE DE UNIVERSITÁRIOS.

A expectativa é iniciar o plantio em novembro deste ano.

Veja mais fotos abaixo:
image
image
image
image

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA