BARRA DO GARÇAS

Especiais

Pesquisa procura identificar a eficácia do óleo de pequi no tratamento de doenças de próstata

Publicados

Especiais

A pesquisadora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Campus Araguaia, a doutora da área de Morfologia, Kallyne Kioko Oliveira Mimura, está desenvolvendo um projeto científico denominado “Efeito da ingestão de óleo de pequi na atividade proliferativa e inflamatória da próstata do gerbilo sob influência de testosterona”.

Com fomento do Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), o projeto tem como objetivo avaliar a ação do óleo da polpa do pequi na próstata de roedores, sob ação do hormônio masculino testosterona exógena.

A próstata é uma glândula que compõe o sistema reprodutor masculino e está localizada abaixo da bexiga envolvendo a uretra. Sua função é produzir parte do líquido seminal, que proporciona nutrição e facilita a movimentação dos espermatozoides.

As atividades fisiológicas dessa glândula são ativadas por hormônios sendo o principal deles a testosterona. O desequilíbrio nos níveis de testosterona pode promover o surgimento de várias doenças prostáticas como Hiperplasia benigna prostática (HBP), prostatite (inflamação), neoplasia intraepitelial prostática, atrofia inflamatória proliferativa e até mesmo o Câncer.

“Desse modo é importante o estudo de substâncias capazes de prevenir e tratar esses tipos de lesões. Nesse contexto destaca-se o pequi, fruto nativo do cerrado brasileiro, bioma considerado uma das maiores formações vegetais do Brasil. Além disso, o fruto destaca-se por possuir várias substâncias antioxidantes, anti-inflamatórias e antiproliferativas”, ressalta a pesquisadora.

Leia Também:  Haitiano que fala 7 idiomas vira chefe de setor em hotel de Cuiabá

Metodologia

Foram feitos vários experimentos em laboratório com seis grupos de animais, uma espécie de roedor muito usado em laboratório. Ao completarem seis meses de vida, fora coletado sangue periférico e da próstata, em que foi verificado que a testosterona aumentou significantemente a quantidade de neutrófilos em relação ao controle, e que o pequi inibiu esse aumento, visto que no grupo T+P a quantidade de neutrófilos foi significantemente menor que a apresentada pelo grupo T. Esses dados confirmam a ação anti-inflamatória do óleo de pequi.

A pesquisa em andamento pode concluir até agora “que o óleo de pequi desempenha um importante papel na manutenção da arquitetura tecidual da próstata, com ações anti-inflamatória e antiproliferativa, evidenciando seu potencial como um promissor fitoterápico no tratamento e prevenção de lesões prostáticas, como o câncer, além de agregar valor a um produto da biodiversidade do Cerrado, incentivando o desenvolvimento sustentável deste bioma”.

Sobre o pequi

O pequi, nativo do Cerrado, é o fruto mais consumido e comercializado no Cerrado, e o mais estudado no aspecto nutricional, ecológico e econômico. Com aproximadamente do tamanho de uma maçã e uma casca verde, no seu interior há vários caroços revestidos por uma polpa amarela e comestível. Por baixo dessa polpa há uma camada de espinhos finos, por isso o cuidado ao roer o fruto cozido. Seu período de produção é de novembro a janeiro.

Leia Também:  Confira 30 novas profissões promissoras para a indústria 4.0

Dia Nacional do Cerrado (11.09)

A pesquisadora destaca que o Cerrado “é um bioma com riquezas inestimáveis, suas características singulares fazem com que as plantas que o habitam tenham que se adaptar adquirindo características únicas e produzindo substâncias com potencial de prevenir e/ou tratar muitas doenças.   Dessa forma, o estudo das propriedades medicinais do pequi pode fornecer novas informações para subsidiar seu uso racional e seguro pela sociedade, o que também poderá contribuir para o desenvolvimento sustentável da região por meio da agregação de valor a um produto da biodiversidade local, contribuir para a preservação deste importante bioma”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Especiais

Em Agosto Barra do Garças será palco do maior Rally do mundo.

Publicados

em

Mais de 2 mil pessoas, em um megaevento que equilibra adrenalina, aventura, sustentabilidade e serviço social.

Mais de 300 competidores em diversas modalidades, de carro, moto e bike, além de uma frota aérea de suporte.
A Caravana Saúde e Alegria no Sertão trará atendimento médico com diversas especialidades, completamente gratuito.

Prepare-se! Dia 31 de Agosto, Barra do Garças vai tremer!

Rally dos Sertões 2022 – Gigantes por natureza!

Assista o vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Obras da Transbananal estão previstas para iniciar em fevereiro do ano que vem, diz engenheiro
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA