GERAL

Morador de Barra do Garças é enterrado sem autorização da família em Canarana e parentes pedem remoção do corpo VEJA VÍDEO

Publicados

GERAL

A família de Welldisley Souza Neres, de 40 anos, esteve na cidade de Canarana-MT protestando contra o fato de terem sepultado Welldisley naquela cidade mas sem autorização ou pelo menos comuncar a família que mora em Barra do Garças.

A mãe de Welldisley, juntamente com a tia, gravaram essa entrevistando pedindo esclarecimentos de quem autorizou esse enterro. Welldisley foi encontrado morto num hotel da cidade de Canarana no sábado (15/1) e corpo foi levado para Água Boa e depois retornou para Canarana para ser sepultado porém a família não foi avisada e nem autorizou esse procedimento.

A vontade da família é levar o corpo para a cidade dele, Barra do Garças-MT.

A polícia acredita na hipótese de suicídio. O hotel onde o corpo foi encontrado fica na Avenida Rio Grande do Sul, no centro de Canarana-MT.

Ele teria se hospedado pagando três diárias e já tinha duas vencidas, desde então. A família reclama que ninguém entrou em contato com eles, pois a família estaria tomando as providências para levar o corpo para Barra do Garças.

Leia Também:  Proposta de Max Russi diminui contribuição previdenciária de militares em Mato Grosso

Reportagem da Vida Nova FM TV Nova Web

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Promotor que investigava morte de estudante de MT é executado

Publicados

em

O promotor de Justiça do Paraguai, Marcelo Pecci, de 45 anos, foi assassinado a tiros nesta terça-feira (10) em uma praia na Ilha de Barú, na Colômbia.

 

Segundo informações do UOL, Pecci acompanhava as investigações da chacina que ocorreu na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, em outubro do ano passado. A cacerense Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos, foi uma das pessoas mortas nesta chacina.

 

Na ocasião também morreram Osmar Vicente Álvarez Grance, de 32 anos, Kaline Reinoso de Oliveira, de 22 e Haylée Caroline Acevedo Yunis, de 21. Esta última era a filha do governador de Departamento de Amambay, Ronald Acevedo.

Já na data de ontem, o promotor estava acompanhado da esposa, a jornalista Cláudia Aguilera, com quem passava a lua de mel. Eles haviam se casado no dia 30 de abril e acabado de anunciar a gravidez.

Rhamye Jamilly Borges de Oliveira

Rhamye Jamilly Borges foi morta com 10 tiros na chacina no Paraguai

A Polícia local relatou que os criminosos chegaram em um jet ski e atiraram diversas vezes contra Pecci. Ao todo, três tiros atingiram o promotor.

Leia Também:  Barba pode ser tão suja quanto um vaso sanitário, diz pesquisa

Testemunhas tentaram ajudar a vítimas, porém ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda na praia, com o corpo caído na areia.

Além da chacina que matou a mato-grossense, o promotor coordenava no Ministério Público do Paraguai as investigações contra organizações criminosas, incluindo o PCC (Primeiro Comando da Capital), e crimes que envolviam tráfico de drogas, armas, terrorismo, dentre outros.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA