Infratrutura

Ferrovias de MT recebem isenção de R$ 468 milhões

Publicados

Infratrutura

Duas ferrovias que conectam Mato Grosso à malha ferroviária nacional foram enquadradas no Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento de Infraestrutura (Reidi). Rumo e Valec obtiveram desoneração de R$ 468 milhões para projetos que somam R$ 4,5 bilhões de investimentos.

O incentivo fiscal concedido à Rumo para o trecho ferroviário em Mato Grosso garante desoneração de R$ 178,4 milhões para aquisição de até 45 locomotivas e 2.142 vagões para transporte de grãos, farelo, açúcar e fertilizantes. O aporte previsto é de R$ 1,9 bilhão pela Rumo Malha Norte (RMN).

A Valec, responsável pela Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico) no trecho de 383 quilômetros entre os municípios de Mara Rosa (GO) e Água Boa (MT), também conta com desoneração de R$ 289,5 milhões para implantação de 22 pátios de cruzamento, um pátio de formação de trens em Mara Rosa e dois pátios de carga e descarga, sendo um em Nova Crixás (GO) e outro em Água Boa. O investimento programado é de R$ 2,5 bilhões.

Leia Também:  Prefeitura de General Carneiro trabalha na recuperação da estrada da torre e região de Paredão Grande

Sete projetos do setor ferroviário no país foram incluídos no Reidi em 2021, totalizando R$ 12,8 bilhões de investimento e R$ 700 milhões em desoneração, informa o Ministério da Infraestrutura (Minfra). Houve ainda habilitação de 3 projetos que irão receber R$ 3,7 bilhões em emissão de debêntures incentivadas nos próximos dois anos.

Criado pela lei federal nº 11.488, o Reidi possibilita a desoneração de impostos para projetos estruturantes, como ferrovias, sistemas de metrô e de veículos leve sobre trilhos (VLT). O incentivo fiscal do regime consiste na suspensão da incidência das contribuições para PIS (1,65%) e Cofins (7,6%) sobre as aquisições de máquinas, aparelhos, instrumentos e equipamentos novos, prestação de serviços e materiais de construção para utilização ou incorporação destinadas ao ativo imobilizado das empresas habilitadas para os projetos, detalha o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Infratrutura

Com as “bençãos” de Max Russi pavimentação asfáltica de 3,3 km ligando General Carneiro a Pontal sai do papel, obra deverá ser entregue em novembro

A pavimentação na MT-107 ligando o perímetro urbano de General Carneiro, a partir da Rua Marechal Rondon, se estenderá por mais 800 metros após a ponte rio Garças no vizinho município de Pontal do Araguaia. O asfalto além de eliminar a poeira trará mais infraestrutura, qualidade vida, lazer e saúde para a população generalcarneirense.

Publicados

em

A concorrida cerimônia ocorreu no Palácio Paiaguás em Cuiabá.

O tão esperado processo licitatório para pavimentação asfáltica de 3,295 km na MT-107 ligando o perímetro urbano de General Carneiro ao vizinho município de Pontal do Araguaia foi anunciado na terça-feira (26/04) pelo governador Mauro Mendes e o secretário de estado de infraestrutura Marcelo Padeiro em uma concorrida cerimônia no palácio paiaguás.

Segundo o próprio governador, os recursos para tocar a obra estão disponíveis no caixa do Estado e apenas pedir a Deus para que uma boa empresa ganhe a licitação aberta para iniciar a obra.

O processo licitatório deverá ser concluído ate o final do mês de maio com possibilidade da obra ser iniciada no mais tardar em agosto, com a expectativa de ser concluída e entregue para a população na primeira quinzena de novembro de 2022.

A infraestrutura beneficiará o perímetro urbano da cidade, a partir da Rua Marechal Rondon, até a zona rural de Pontal do Araguaia se estendendo por mais 800 metros, após a ponte do rio Garças naquele vizinho município.

Na cerimônia o prefeito Marcelo anunciou que essa será a maior obra da sua gestão em parceria com o Estado de Mato Grosso ate o presente momento, e será abrilhantada com moderna infraestrutura e excelente iluminação noturna, sinalização e ciclovia para práticas esportivas.

Leia Também:  DNIT confirma pavimentação no perímetro urbano do distrito de Vila São Sebastião em São Félix do Araguaia, prefeita e vereadores comemoram

O foco da gestão é oferecer melhor trafegabilidade aos condutores, mais lazer, saúde e qualidade de vida para a população em toda extensão do percurso.


Prefeito Marcelo Aquino com os parceiros Mauro Mendes e Max Russi

“nosso objetivo é eliminar um problema grave ate então crônico que existe na parte baixa da cidade, a poeira. Muitas pessoas têm sofrido com problemas respiratórios por conta desse imbróglio, mas que a partir desse instante estão com os dias contados”. Comemorou o prefeito.

A luta pela pavimentação desse trecho foi abraçada pelo prefeito Marcelo desde o inicio da sua primeira gestão, ao lado do Vice-prefeito Alexandre Augusto, e vinha se estendendo por mais de cinco anos desde o mandato do então ex-governador Pedro Taques. Ocasião em que foi iniciada a elaboração do projeto, mas somente agora saiu definitivamente do papel.

Durante a cerimonia e nas redes sociais, o prefeito fez questão de agradecer o apoio incondicional do deputado estadual Max Russi que segundo diz é um grande parceiro e que vem atuando ao lado da sua gestão desde o inicio ajudando a sensibilizar o governador do Estado e Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) da necessidade desta obra tão importante para o município, que une saúde lazer e infraestrutura urbana.

Leia Também:  País tem recorde de extrema pobreza com 14,5 milhões de famílias na miséria

Marcelo Aquino também enalteceu o apoio da Câmara de vereadores, em especial aos parlamentares que dão sustentação a sua gestão, que segundo o prefeito não medem esforços para ajudar sua gestão a garantir uma cidade cada vez melhor e com qualidade de vida para a população generalcarneirense. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA