Infratrutura

Ponte de 83 metros em Santa Terezinha apresenta erosão na cabeceira, tráfego de veículos pesados está restrito

De acordo com informações da Prefeitura de Santa Terezinha, uma equipe da Secretaria de Obras esteve no local na terça-feira (18) avaliando a situação

Publicados

Infratrutura

A ponte danificada Foto: Ascom

A prefeitura Municipal de Santa Terezinha deverá iniciar nos próximos dias, os serviços de reparos nas cabeceiras da ponte de madeira de 83 metros de comprimento por 5 de largura na rodovia estadual MT 431, aproximadamente 31 quilômetros do perímetro urbano de Santa Terezinha.

Devido às intensas chuvas que caíram sobre o município nas últimas semanas, o nível do Rio Crisóstomo subiu deixando a ponte submersa por alguns dias e provocando o desalinhamento do eixo da ponte e o rebaixamento e início de erosão nas cabeceiras.

De acordo com informações da Prefeitura de Santa Terezinha, uma equipe da Secretaria de Obras esteve no local na terça-feira (18) avaliando a situação, e deve iniciar os reparos necessários nos próximos dias. O tráfego de veículos pesados está restrito. Somente aqueles com até 05 toneladas poderão passar sobre a ponte.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

O Governo Federal, por meio da Portaria Nº 47, de 07 de janeiro de 2022, reconheceu a situação de emergência de Santa Terezinha, que está entre os cinco municípios de Mato Grosso mais afetados pelas chuvas intensas que assolam a região desde dezembro do ano passado.

Leia Também:  Seminário com ministro Gilmar Mendes inaugura ciclo de capacitações e reúne autoridades no TCE-MT

Neste período, o alto volume de temporais destruiu pontes, causou alagamentos de casas e impediu o deslocamento de moradores da zona rural, que ficaram ilhados em algumas regiões por conta das inundações.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Infratrutura

Com as “bençãos” de Max Russi pavimentação asfáltica de 3,3 km ligando General Carneiro a Pontal sai do papel, obra deverá ser entregue em novembro

A pavimentação na MT-107 ligando o perímetro urbano de General Carneiro, a partir da Rua Marechal Rondon, se estenderá por mais 800 metros após a ponte rio Garças no vizinho município de Pontal do Araguaia. O asfalto além de eliminar a poeira trará mais infraestrutura, qualidade vida, lazer e saúde para a população generalcarneirense.

Publicados

em

A concorrida cerimônia ocorreu no Palácio Paiaguás em Cuiabá.

O tão esperado processo licitatório para pavimentação asfáltica de 3,295 km na MT-107 ligando o perímetro urbano de General Carneiro ao vizinho município de Pontal do Araguaia foi anunciado na terça-feira (26/04) pelo governador Mauro Mendes e o secretário de estado de infraestrutura Marcelo Padeiro em uma concorrida cerimônia no palácio paiaguás.

Segundo o próprio governador, os recursos para tocar a obra estão disponíveis no caixa do Estado e apenas pedir a Deus para que uma boa empresa ganhe a licitação aberta para iniciar a obra.

O processo licitatório deverá ser concluído ate o final do mês de maio com possibilidade da obra ser iniciada no mais tardar em agosto, com a expectativa de ser concluída e entregue para a população na primeira quinzena de novembro de 2022.

A infraestrutura beneficiará o perímetro urbano da cidade, a partir da Rua Marechal Rondon, até a zona rural de Pontal do Araguaia se estendendo por mais 800 metros, após a ponte do rio Garças naquele vizinho município.

Na cerimônia o prefeito Marcelo anunciou que essa será a maior obra da sua gestão em parceria com o Estado de Mato Grosso ate o presente momento, e será abrilhantada com moderna infraestrutura e excelente iluminação noturna, sinalização e ciclovia para práticas esportivas.

Leia Também:  Lula lembra revolução do agro na Era PT e sinaliza para Maggi

O foco da gestão é oferecer melhor trafegabilidade aos condutores, mais lazer, saúde e qualidade de vida para a população em toda extensão do percurso.


Prefeito Marcelo Aquino com os parceiros Mauro Mendes e Max Russi

“nosso objetivo é eliminar um problema grave ate então crônico que existe na parte baixa da cidade, a poeira. Muitas pessoas têm sofrido com problemas respiratórios por conta desse imbróglio, mas que a partir desse instante estão com os dias contados”. Comemorou o prefeito.

A luta pela pavimentação desse trecho foi abraçada pelo prefeito Marcelo desde o inicio da sua primeira gestão, ao lado do Vice-prefeito Alexandre Augusto, e vinha se estendendo por mais de cinco anos desde o mandato do então ex-governador Pedro Taques. Ocasião em que foi iniciada a elaboração do projeto, mas somente agora saiu definitivamente do papel.

Durante a cerimonia e nas redes sociais, o prefeito fez questão de agradecer o apoio incondicional do deputado estadual Max Russi que segundo diz é um grande parceiro e que vem atuando ao lado da sua gestão desde o inicio ajudando a sensibilizar o governador do Estado e Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) da necessidade desta obra tão importante para o município, que une saúde lazer e infraestrutura urbana.

Leia Também:  "Sou um governador gay, e não um gay governador", diz Eduardo Leite

Marcelo Aquino também enalteceu o apoio da Câmara de vereadores, em especial aos parlamentares que dão sustentação a sua gestão, que segundo o prefeito não medem esforços para ajudar sua gestão a garantir uma cidade cada vez melhor e com qualidade de vida para a população generalcarneirense. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA