Negócios

Quatro hoteis fecham na crise em MT; turismo volta ao normal só em 2023

Publicados

Negócios

Em razão da pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, o setor do turismo deve ser o último a se restabelecer em Mato Grosso. Essa afirmação é do presidente do Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares, Luiz Nigro. Segundo ele, a previsão é de que as atividades turísticas sejam retomadas na “normalidade” apenas em 2023.

“As previsões mais otimistas falam do retorno das viagens internacionais em 2023, para voltar ao patamar que estavam no início deste ano. Com relação aos hotéis, estão trabalhando com taxas de ocupação muito baixas de 8% a 12%. Em Cuiabá, quatro hotéis de pequeno, médio e grande porte estão fechados e não sabem ainda se serão reaberto após a pandemia”, afirmou ele.

O presidente ainda declarou que o setor de eventos deve ser o último a retomar as atividades, em razão de não poder haver aglomeração. E ele não falou apenas de festas, mas de Congressos, eventos e cursos.

“E isso causa impacto em várias áreas, como o transporte intermunicipal e dentro da cidade, serviços de palco, som, iluminação, sonorização, recepcionistas, decoração, enfim, é um segmento muito amplo”, explicou.

Leia Também:  Estado acusa comércio de usar novo ICMS para aumentar margem de lucro

FECHAMENTO

Segundo Nigro, se as taxas de ocupação permanecerem neste patamar, pelo menos, 10% dos hotéis não retornarão ou terão dificuldade. Já no segmento de bares e restaurantes, até 40% vão fechar e isso ficou demonstrado agora, quando muitos não reabriram mesmo tendo sido liberado o funcionamento.

“A Abrasel está muito preocupada com essa situação, com abre e fecha. Porém, o empresário tem que entender que isso não é um querer do político ou de qualquer outra pessoa. É tudo muito incerto. Se as taxas de ocupação de UTIs aumentarem, provavelmente haverá fechamento novamente. Então, varia conforme a situação de contaminação de cada cidade”, explicou.

Nigro reafirma que os empresários têm que entender que terão muitos percalços pela frente, uma vez que apenas uma vacina pode solucionar definitivamente essa situação.

Para tentar minimizar os impactos ocasionados pelo vírus, no mês que vem, as entidades representativas do turismo vão fomentar o turismo local para a população do Estado. “Vamos aproveitar que as viagens de avião ainda estarão reduzidas e que as pessoas vão preferir viajar de carro para diminuir o risco de contaminação para incentivar o turismo local e fazer com que os mato-grossenses busquem conhecer as belezas naturais do nosso Estado”, declarou.

Leia Também:  Embargo da UE derruba exportação brasileira de carne de frango

Para incentivar a população, o setor concederá descontos de 50% a 70%.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Negócios

Prefeitura de Cuiabá vai leiloar 367 veículos apreendidos e não retirados pelos proprietários

Serão 367 itens leiloados, sendo 306 em estado conservado, 35 sucatas aproveitáveis e 26 sucatas com motor inservível.

Publicados

em

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) de Cuiabá realiza no dia 22 de julho o leilão de 367 veículos apreendidos e não retirados por seus proprietários dentro dos prazos e forma da legislação pertinente. O trâmite será realizado a partir das 9h pela empresa Foco Leilões – somente na modalidade on-line, no site eletrônico www.focoleiloes.com.br.

O leilão é classificado como conservado, sucatas aproveitáveis, sucatas aproveitáveis com motor inservível ou sucatas inservíveis. Serão 367 itens leiloados, sendo 306 em estado conservado, 35 sucatas aproveitáveis e 26 sucatas com motor inservível. Já sucatas inservíveis são: leve A-(motos, ciclomotores, CC50), sendo 15 unidades e leve B – (automóveis de passeio), com 18 unidades.

Os lotes não vendidos no leilão ocorridos no dia 22 de janeiro, no dia 17 de março e 19 de maio de 2021, serão incluídos como remanescentes neste leilão, sendo respeitadas as condições previstas nos parágrafos 2º e 3º doArt. 328 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Os veículos e demais lotes previstos para alienação poderão ser visitados pelos interessados nos dias 16, 19, 20 e 21 de julho de 2021, das 09h às 12h e 14h às 16h, no pátio da Rodando Legal- Semob-MT – Rua Beira Rio, S/N, Lote A01, Jardim Bela Marina, CEP 78000-000. As fotos divulgadas no site www.focoleiloes.com.br serão meramente ilustrativas, não servindo de parâmetro para demonstrar o estado dos bens.

Leia Também:  Governo busca desenvolvimento da economia por meio de hidrovias

A quantidade de pessoas no pátio poderá ser limitada, no intuito de preservar as definições dos governos municipal, estadual ou federal, diante do cenário de pandemia da Covid-19. As regras serão estabelecidas e divulgadas na unidade/ ou no site do leilão.

O procedimento é realizado de acordo com as Leis Federais nº 8.078, de 1990, Lei nº 8.666, de 1993, Lei nº. 9.503, de 1997, Lei nº. 13.160, de 2015, Decreto Federal nº. 21.981, de 1932, Resolução Contran nº. 623, de 2016, bem como a legislação afim.

O edital de Leilão contendo as especificações e as condições de participação, bem como a relação dos lotes está disponível no site www.focoleiloes.com.br.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA