Policial

Acusado de participar de homicídio em Aragarças é preso no estado do Amazonas

Publicados

Policial

A Polícia Civil cumpriu na sexta-feira (29/9) mais um mandado de prisão na cidade de Aragarças-GO em desfavor de Lucas Vieira de Castro acusado de participar do homicídio de Eduardo Araújo da Silva e na tentativa de homicídio de Rodrigo Pinheiro da Silva no dia 25 de maio deste ano.

No dia, Lucas acompanhado de mais comparsas todos portando arma de fogo efetuaram mais de cinquenta disparos contra as vítimas no interior de uma boate de Aragarças, apos as diligências investigatórias foi constatado que o crime foi motivado por conflitos entre facções criminosas.

O delegado titular de Aragarças, Ricardo Galvão, informou que os suspeitos queriam executar outra pessoa que estava no mesmo local, contudo, apos iniciar os disparos a vítima visada saiu correndo, assim como todos os que ali estavam. Diante da sequencia de tiros, os investigados dispararam, por engano, contra as vítimas Eduardo que faleceu e Rodrigo que sobreviveu aos disparos.

É relevante mencionar que o mandado de prisão foi cumprido em parceria com a Polícia Civil do Estado do Amazonas, haja vista que os policiais civis de Aragarças que estavam em busca do paradeiro do investigado obtiveram notícias de que ele estaria cometendo outros delitos naquele Estado e que numa das ações criminosas ele foi capturado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Viatura da PM que acompanhava veículo dos Correios capota no Araguaia
Propaganda

Policial

Em 48h, 2º DJ é executado em Sinop; filha de 10 anos leva tiro na boca

Vítima estava chegando em casa com a filha e a esposa quando foi surpreendida pelos atiradores

Publicados

em

m dois dias, segundo DJ é executado em Sinop ( a 500 de Cuiabá). Renê Souza, de 30 anos, foi assassinado no final da noite desta quinta (25) quando chegava na casa dele, na rua João Pedro Moreira de Carvalho, no bairro Menino Jesus I.  A filha, de 10 anos, que estava sendo levada pela vítima, foi atingida por um disparo na boca.

Segundo informações da Polícia Militar, o crime foi registrado por volta das 23h30. O Corpo de Bombeiros foi acionado mas apenas constatou que o DJ estava morto. Já a filha socorrida por familiares até o Hospital Regional.

Renê era DJ e tinha um comércio no bairro. Ele estava chegando em casa com a filha e a esposa quando foi surpreendido pelos atiradores. A perícia criminal constatou que ele foi atingido com pelo menos sete tiros no braço, perna, costas e cabeça.

DJ Renê é o segundo músico assassinado em menos de uma semana. Na madrugada de quarta (24), dois homens, usando capuz, mataram DJ André Master em uma tabacaria no Jardim Violetas. A vítima e uma mulher foram atingidos pelos disparos. A mulher foi socorrida com um disparo na nádega e continua internada. A Polícia Civil investiga o crime.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PM e COD prendem suspeito de estuprar adolescente de 13 anos em Baliza (GO)
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA