BARRA DO GARÇAS

Policial

FARDA SUJA- PMs são expulsos por exigirem propina e se apropriarem de armas apreendidas

Demissões foram publicadas nesta sexta-feira no Diário Oficial

Publicados

Policial

A Polícia Militar determinou a expulsão de um cabo e de um soldado que atuavam em Porto dos Gaúchos. A portaria, comunicando a demissão da dupla, foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (10) e cumpre uma determinação judicial, após os militares terem sido condenados em uma ação penal. Eles terão que devolver os fardamentos, apetrechos e a identificação funcional.

A dupla foi expulsa da PM após ter sido acusada de ter exigido vantagens indevidas e se apossado de uma arma de fogo apreendida. A acusação narra que o soldado R.C.C. e o cabo E.C.S., atendeu um chamado na noite do dia 10/12/2006, na cidade de Porto dos Gaúchos. No local, havia um desentendimento de casal e os policiais acabaram por deter o marido, levando-o até o Destacamento da Polícia Militar.

O homem, ao ser detido, afirmou que seus cunhados portavam armas de fogo e que elas estariam guardadas na casa do seu sogro. Os policiais se dirigiram até o local e, mesmo sem mandado judicial, entraram na residência, onde encontraram três armas e prenderam o irmão da esposa do detido.

Leia Também:  Loja volta a ser roubada pela 3ª vez em Barra do Garças

De acordo com a Justiça, R.C.C. afirmou a um dos detidos que se eles pagassem R$ 20 mil, seriam liberados sem que o flagrante fosse feito. A família alegou não ter o dinheiro, mas um deles deixou dois cheques, que totalizavam R$ 5 mil, o que foi aceito pelos policiais. No entanto, as armas não foram devolvidas.

Ficou comprovada na ação judicial a exigência de vantagem indevida, assim como a apropriação das armas de fogo apreendidas. Além da esfera criminal, eles também foram condenados na esfera cível, pelo crime de improbidade administrativa.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Carreta atropela arrasta e mata mais um em Barra do Garças, três mortes no trânsito em 3 dias

O fato foi registrado na tarde desta sexta-feira (12), na BR-070, próximo a Havan

Publicados

em

Um homem, ainda não identificado, morreu após ser atropelado por uma carreta na avenida Valdon Varjão, perímetro urbano da BR-070, em Barra do Garças (a 509 km de Cuiabá). O fato foi registrado na tarde desta sexta-feira (12), próximo a Havan.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou o óbito no local. Os agentes não conseguiram localizar nenhum veículo próximo à vítima que também não porta documentos.

Em estado de choque, o motorista do veículo informou que transportava calcário para uma fazenda na região e só percebeu o atropelamento após o corpo ter sido arrastado por vários metros. A equipe médica no local precisou encaminhá-lo para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estão no local para apurar as circunstâncias do acidente.

Três mortes no trânsito em três dias

Essa é a terceira morte causada por acidente de trânsito em Barra do Garças nos últimos três dias, duas delas na rodovia BR-070.

Na quarta-feira (10), o servidor público Thiago Pereira Freitas, de 20 anos, morreu após perder o controle de uma moto e ser arremessado contra um poste na avenida Brasil, no bairro Tamburi. Ontem (11), o mototaxista Esmeraldo David de Melo, de 59 anos, também foi vítima de um atropelamento envolvendo um caminhão na avenida Ministro João Alberto (BR-070), no centro da cidade.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PF emite nota sobre apreensão corrupção e exploração de terras indígena
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA