Policial

Foragido da Justiça, homem que ostentava vida de luxo em Barra do Garças, é preso com 35 kg de maconha, cocaína e droga sintética

A Polícia Militar descobriu que o homem estava foragido desde 2019 da unidade prisional de Uruaçu (GO) e teria vindo para Barra do Garças utilizando documentos de outra pessoa

Publicados

Policial

Um homem de 29 anos foi preso na noite dessa sexta-feira (19), no bairro Tamburi, em Barra do Garças (MT), com cerca de 35 quilos de maconha, porções de cocaína, pasta base e ecstazy. A prisão foi efetuada pela Força Tática e guarnições do policiamento de rotina da Polícia Militar.

O suspeito, que possui uma extensa ficha criminal, era foragido da Justiça pela prática de vários crimes que, somados, podem chegar a 24 anos de prisão. Segundo a Polícia Militar, ele utilizava-se de documentos falsos e ostentativa de uma vida de alto padrão para não despertar atenção de vizinhos.

De acordo com a PM, informações preliminares apontam que o homem responde a processos pelos crimes de roubo em três estados diferentes e residia em Barra do Garças onde ostentava uma nova vida, com casa e carro de luxo na garagem. A mulher do suspeito responde pelo crime de tráfico de drogas e fazia o uso de tornozeleira eletrônica violada pela própria suspeita.

Na casa onde morava, o casal foi flagrado com 35 quilos em tabletes de maconha, cocaína, porções de pasta base cocaína, maconha, 12 comprimidos de ecstazy, relógios, joias, R$ 175 reais em dinheiro, balança de precisão e caderno de anotações. No local a PM descobriu também o cultivo de maconha. A suspeita é que a residência funcionava como uma boca de fumo.

Leia Também:  Três são presos com mais de cinco quilos de maconha no terminal rodoviário de Barra do Garças

A Polícia Militar descobriu que o homem estava foragido desde 2019 da unidade prisional de Uruaçu (GO) e teria vindo para Barra do Garças utilizando documentos de outra pessoa. O casal morava com o filho de apenas 1 ano e seis meses.

Marido e mulher foram encaminhados ao plantão da 1ª Delegacia da Polícia Judiciária Civil.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Em 48h, 2º DJ é executado em Sinop; filha de 10 anos leva tiro na boca

Vítima estava chegando em casa com a filha e a esposa quando foi surpreendida pelos atiradores

Publicados

em

m dois dias, segundo DJ é executado em Sinop ( a 500 de Cuiabá). Renê Souza, de 30 anos, foi assassinado no final da noite desta quinta (25) quando chegava na casa dele, na rua João Pedro Moreira de Carvalho, no bairro Menino Jesus I.  A filha, de 10 anos, que estava sendo levada pela vítima, foi atingida por um disparo na boca.

Segundo informações da Polícia Militar, o crime foi registrado por volta das 23h30. O Corpo de Bombeiros foi acionado mas apenas constatou que o DJ estava morto. Já a filha socorrida por familiares até o Hospital Regional.

Renê era DJ e tinha um comércio no bairro. Ele estava chegando em casa com a filha e a esposa quando foi surpreendido pelos atiradores. A perícia criminal constatou que ele foi atingido com pelo menos sete tiros no braço, perna, costas e cabeça.

DJ Renê é o segundo músico assassinado em menos de uma semana. Na madrugada de quarta (24), dois homens, usando capuz, mataram DJ André Master em uma tabacaria no Jardim Violetas. A vítima e uma mulher foram atingidos pelos disparos. A mulher foi socorrida com um disparo na nádega e continua internada. A Polícia Civil investiga o crime.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  GIGANTES DO AGRO – Quem é o “Rei dos hectares” no Brasil? Conheça nossos 3 maiores produtores agrícolas
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA