Policial

Gefron apreende 47 kg de cocaína, 3 veículos e prende 6 pessoas

Resultados foram obtidos em ocorrências registradas no domingo (18.07), na região de fronteira

Publicados

Policial

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), em ação conjunta com a Força Tática do Comando Regional I da Polícia Militar (PM-MT), apreendeu 47 tabletes de substância análoga a cocaína (aproximadamente 47 kg), neste domingo (18.07), em Porto Esperidião (325 km ao Oeste de Cuiabá). A ação também resultou na prisão de cinco pessoas suspeitas de tráfico de drogas e apreensão de dois veículos.

Após receber uma denúncia anônima, o Gefron e policiais da Força Tática abordaram os dois veículos indicados como transportadores do entorpecente. A Pick-up Strada de cor vermelha e o Gol de cor cinza estavam em uma estrada vicinal próxima a cidade de Porto Esperidião. Durante a busca veicular, foram encontrados os 47 tabletes de droga.

Diante dos fatos, o material apreendido e os envolvidos foram encaminhados para a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), em Cáceres (214 km ao Oeste da capital). Os suspeitos possuem antecedentes criminais por tráfico de drogas, estupro de vulnerável e apropriação indébita.

O prejuízo total ao crime foi estimado em R$ 878 mil, sendo que só o entorpecente foi avaliado em R$ 846 mil.

Leia Também:  PM apreende motos de jovens que apostavam racha em Confresa e suspeitos tem de empurrar veículos até o quartel

Outra ocorrência

Ainda no domingo (18.07), às 12h, uma pessoa foi presa por adulteração de identificador de veículo automotor e receptação, no posto fixo Matão, em Pontes e Lacerda (450 km ao Oeste de Cuiabá).

Durante fiscalização, a equipe abordou um veículo Fiat Strada de cor preta. Ao ser feita checagem via centro de operações do Gefron pela placa utilizada, constou que o veículo estava em circulação. Os policiais checaram, então, a numeração do motor, e constataram que o veículo era produto de roubo/furto.

Diante dos fatos o veículo e a suspeita foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Pontes e Lacerda, para as providências que o caso requer. Contra ela, o Gefron identificou antecedente criminal por furto (Art.155).

A ação resultou em prejuízo ao crime no valor de R$ 45 mil.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Autor de estupro e homicídio de mulher em Santa Cruz do Xingu é preso em fazenda no norte de MT

A vítima sofreu estupro, foi golpeada no estômago e depois enterrada, ainda viva

Publicados

em

A Polícia Civil cumpriu nesta quinta-feira (22.07) a prisão preventiva do autor do homicídio qualificado, estupro e ocultação do cadáver de Laura Batista de Souza, 28 anos. O crime ocorreu em setembro do ano passado, no município de Santa Cruz do Xingu (1.230 km a nordeste de Cuiabá) e o inquérito do crime foi concluído com o indiciamento do autor pelos três crimes.

Ele foi preso na manhã desta quinta-feira em uma fazenda no município de Juara, na região médio-norte do estado, por uma equipe coordenada pelo delegado do município, Carlos Henrique Engelmann. A localização foi possível após uma série de diligências realizadas pela Delegacia de Santa Cruz do Xingu, que conseguiu chegar ao paradeiro do foragido cujo mandado de prisão foi decretado pela Justiça.

Após passar por exame de corpo de delito, ele foi encaminhado à unidade prisional de Juara, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Crime

O corpo de Laura Batista , 28 anos foi encontrado enterrado em uma área próxima à cidade de Santa Cruz do Xingu, no dia 11 de setembro do ano passado. O desaparecimento dela foi registrado na Polícia Civil no dia 02 de setembro, quando a esposa do proprietário do bar em que a vítima trabalhava procurou a delegacia relatando que por volta das 2h da madrugada, a vítima saiu do local acompanhada por um homem, em uma motocicleta, não disse aonde iria e, desde então, não foi mais vista.

Leia Também:  Operação da PF investiga quadrilha que rouba e vende peças de carros no Brasil

As diligências tiveram início logo após o registro do desaparecimento, com a coleta de informações para chegar ao paradeiro da moça. No dia 11 de setembro, a Polícia Militar foi acionada sobre uma escavação encontrada em um local onde provavelmente haveria uma cisterna, porém, a terra estava remexida. Foi iniciada a escavação e localizada a mão de uma pessoa. De imediato, os militares isolaram o lugar e acionaram a Polícia Civil e Politec.

O delegado que respondia à época pela unidade de Santa Cruz do Xingu, Allan Vitor Sousa da Mata, acompanhou as diligências no local e após a escavação foi localizado o corpo de Laura. Familiares confirmaram que o corpo era da vítima, que apresentava lesões de arma branca.

Investigação

A chácara onde o corpo da vítima foi encontrado pertencia ao homem preso nesta quinta-feira. Conforme a apuração realizada pela Polícia Civil, que se empenhou em esclarecer o crime bárbaro, laudos periciais apontaram que o investigado cometeu estupro, depois golpeou a vítima no estômago com uma faca e a enterrou. Os exames periciais constataram que a vítima ainda estava viva quando foi enterrada. A investigação apontou ainda que a vítima e o autor do crime tiveram o primeiro contato na data do crime.

Leia Também:  PM apreende motos de jovens que apostavam racha em Confresa e suspeitos tem de empurrar veículos até o quartel

Com base nas informações coletadas ao longo da investigação, o delegado Gustavo Espíndula representou pela prisão preventiva do investigado, que foragiu da região.

Os policiais civis conseguiram rastrear o paradeiro do autor do crime e com apoio da Delegacia de Juara foi realizada a prisão em uma propriedade rural da região do Vale do Arinos.

O inquérito foi concluído e o homem indiciado por homicídio qualificado, estupro e ocultação de cadáver. “Com a prisão do autor do crime damos uma resposta à família da vítima, que muito sofreu com esse crime brutal”, afirmou o delegado Gustavo Espíndula.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA