Policial

Homem é preso por tráfico de drogas no terminal rodoviário de Água Boa

Troca de informações entre os Comandos da PM de Barra do Garças e Água Boa resultou na prisão do suspeito e apreensão de 1 quilo de maconha.

Publicados

Policial

A troca de informações entre policiais militares do 5° e 13° Comando Regional de Barra do Garças (MT) e Água Boa (MT), resultou na tarde de domingo (21), na prisão de um homem suspeito de tráfico de entorpecentes. Aproximadamente 1 quilo de maconha foi apreendido.

A prisão ocorreu na cidade de Água Boa, após policiais militares de Barra do Garças repassarem as informações com as características do suspeito.

Ao serem informados que um homem estava transportando drogas em um ônibus com destino à cidade de Querência (MT), militares de Barra do Garças foram até o terminal rodoviário e ao constatarem que o ônibus já havia partido, informaram o 13° Comando de Água Boa.

Uma guarnição policial aguardou a chegada do ônibus na rodoviária, onde identificaram o suspeito. Ao realizarem abordagem e busca em sua bagagem, localizaram dentro de uma bolsa, cerca de 1 quilo de maconha.

A Polícia Militar apreendeu também uma quantia em dinheiro.

O suspeito foi preso e encaminhado à delegacia da Polícia Civil, juntamente com a droga e o dinheiro apreendidos.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  COCALINHO- suspeitos roubam celular, um troca tiros com a PM e morre
Propaganda

Policial

Em 48h, 2º DJ é executado em Sinop; filha de 10 anos leva tiro na boca

Vítima estava chegando em casa com a filha e a esposa quando foi surpreendida pelos atiradores

Publicados

em

m dois dias, segundo DJ é executado em Sinop ( a 500 de Cuiabá). Renê Souza, de 30 anos, foi assassinado no final da noite desta quinta (25) quando chegava na casa dele, na rua João Pedro Moreira de Carvalho, no bairro Menino Jesus I.  A filha, de 10 anos, que estava sendo levada pela vítima, foi atingida por um disparo na boca.

Segundo informações da Polícia Militar, o crime foi registrado por volta das 23h30. O Corpo de Bombeiros foi acionado mas apenas constatou que o DJ estava morto. Já a filha socorrida por familiares até o Hospital Regional.

Renê era DJ e tinha um comércio no bairro. Ele estava chegando em casa com a filha e a esposa quando foi surpreendido pelos atiradores. A perícia criminal constatou que ele foi atingido com pelo menos sete tiros no braço, perna, costas e cabeça.

DJ Renê é o segundo músico assassinado em menos de uma semana. Na madrugada de quarta (24), dois homens, usando capuz, mataram DJ André Master em uma tabacaria no Jardim Violetas. A vítima e uma mulher foram atingidos pelos disparos. A mulher foi socorrida com um disparo na nádega e continua internada. A Polícia Civil investiga o crime.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rejeição e distúrbio psicológico podem ter levado à tragédia
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA