a

Policial

Identidade de vítima de homicídio ocorrido em Aragarças é revelada

Publicados

Policial

A vítima do homicídio registrado no inicio da noite deste domingo, em Aragarças (GO), foi identificada como Igor Ferreira de Lira. A morte aconteceu após uma confusão generalizada na Avenida Beira Rio, próximo a praia Quarto Crescente.

A vítima possuía passagens pela polícia, dentre elas por porte ilegal de armas e tráfico de drogas. Ainda, segundo informações divulgadas, o autor do crime foi espancado por amigos de Igor, sendo necessário que fosse feita a hospitalização do mesmo. A polícia está investigando o caso e oferecendo apoio ao hospital onde o suspeito está internado, pois existe o temor de que uma invasão ocorra no local.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Jovens de Alto Boa Vista fazem selfie em cima capô da viatura da PM e são presos
Propaganda

Policial

Motorista envolvido em acidente que matou uma pessoa se apresenta à polícia em Barra do Garças

O condutor se apresentou espontaneamente acompanhado por um advogado.

Publicados

em

O motorista do veículo Chevrolet Celta que se envolveu no trágico acidente com uma motocicleta Honda CG 150 Titan, na tarde de domingo (26), nas confluências dos bairros Tamburi e Ouro Fino, em Barra do Garças, que resultou na morte de uma mulher de 44 anos, se apresentou na 1° Delegacia da Polícia Civil na tarde desta segunda-feira (27).

Após o acidente, o homem abandonou o local, deixando o veículo visivelmente avariado pela colisão.

A motociclista Maria de Jesus Oliveira Cardoso, chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, porém, não resistiu e foi à óbito.

Após o acidente, a equipe de investigadores da 1°DP identificou a pessoa cujo veículo está registrado em seu nome, e a partir dessa informação, foi possivel identificar a pessoa que estava conduzindo o carro.

A investigação concluiu que no veículo estavam duas pessoas, sendo o motorista e uma criança de aproximadamente 8 anos, porém, antes de ser localizado, o condutor se apresentou espontaneamente acompanhado por um advogado.

Com algumas escoriações pelo corpo em razão do acidente, o homem de 35 anos que trabalha como pintor, relatou que a motociclista entrou bruscamente no cruzamento, e que ele não conseguiu frear, alegando que tentou virar o carro na tentativa de evitar o acidente, porém, não conseguiu.

Leia Também:  Polícia busca imagens para identificar autor de crime bárbaro em Barra do Garças

Relatou ainda que após a colisão, pediu a uma pessoa que acionasse o Corpo de Bombeiros e deixou o local com o filho que o acompanhava.

O homem que é habilitado, confirmou que o veículo lhe pertence, e após ser ouvido foi liberado. Por se tratar de crime culposo, a legislação não prevê prisão provisória.

O delegado Pablo Borges é o responsável pelo inquérito.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA