Policial

Prefeitura de Barra do Garças em parceria com Polícia Civil desmantela esquema de desvio de medicamentos na UPA

A denúncia de desvio foi realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, após o médico responsável pela UPA levantar a hipótese do desvio de remédios. O servidor público envolvido já foi exonerado

Publicados

Policial

A Prefeitura de Barra do Garças, através da Secretaria de Saúde, denunciou à Delegacia Especializada de Roubos e Furtos da Polícia Civil (DERF), um caso de desvio de medicamentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na última segunda-feira (22).

As suspeitas são de que um servidor público desviava medicamentos da farmácia da UPA e repassava a um funcionário de hospital privado. Após investigações da polícia, uma caixa com 48 ampolas de Epinefrina foram encontradas na casa do servidor público, nesta segunda-feira (22).

O servidor confessou o esquema aos investigadores da Polícia e indicou o segundo envolvido na receptação dos medicamentos. Ambos estão detidos na delegacia da Polícia Civil.

De acordo com o secretário de Saúde, as suspeitas do desvio de medicamentos começaram após notar as divergências no números de medicamentos comprados pelo município e o estoque da farmácia.

“A conta não estava batendo, os medicamentos estavam sempre em falta mesmo com o município adquirindo regularmente esses remédios. Então o médico responsável pela unidade começou a suspeitar do desvio e nós fizemos a denúncia para que a polícia desse início às investigações”.

Leia Também:  Pelo menos 7 pessoas são assassinadas em conflito por terra em MT

Nesta terça-feira (23), o servidor público foi exonerado do cargo pela Prefeitura de Barra do Garças, e o prefeito Dr. Adilson reforçou que situações como essas não serão admitidas na gestão municipal.

“Nós não vamos fechar os olhos para esses crimes, e agora vamos fechar o cerco em todas as Secretarias por que o desvio de dinheiro ou de bens públicos não serão admitidos e os envolvidos terão de responder pelos seus atos. Nossa gestão sempre vai prezar pela transparência e pela honestidade, e vamos agir com rigor para que essas situações não se repitam”.

Em abril, o prefeito Dr. Adilson denunciou à polícia um funcionário comissionado que teria desviado mais de R$ 35 mil em pneus da frota municipal, entre os meses de novembro e dezembro de 2020.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Em 48h, 2º DJ é executado em Sinop; filha de 10 anos leva tiro na boca

Vítima estava chegando em casa com a filha e a esposa quando foi surpreendida pelos atiradores

Publicados

em

m dois dias, segundo DJ é executado em Sinop ( a 500 de Cuiabá). Renê Souza, de 30 anos, foi assassinado no final da noite desta quinta (25) quando chegava na casa dele, na rua João Pedro Moreira de Carvalho, no bairro Menino Jesus I.  A filha, de 10 anos, que estava sendo levada pela vítima, foi atingida por um disparo na boca.

Segundo informações da Polícia Militar, o crime foi registrado por volta das 23h30. O Corpo de Bombeiros foi acionado mas apenas constatou que o DJ estava morto. Já a filha socorrida por familiares até o Hospital Regional.

Renê era DJ e tinha um comércio no bairro. Ele estava chegando em casa com a filha e a esposa quando foi surpreendido pelos atiradores. A perícia criminal constatou que ele foi atingido com pelo menos sete tiros no braço, perna, costas e cabeça.

DJ Renê é o segundo músico assassinado em menos de uma semana. Na madrugada de quarta (24), dois homens, usando capuz, mataram DJ André Master em uma tabacaria no Jardim Violetas. A vítima e uma mulher foram atingidos pelos disparos. A mulher foi socorrida com um disparo na nádega e continua internada. A Polícia Civil investiga o crime.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Araguaiana inicia construção de aduelas após parceria do o governo de MT
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA