Policial

Polícia invade ponto de venda de drogas em Pontal do Araguaia e resgata criança de 10 anos

Além da criança, dois adolescentes também estavam no local.

Publicados

Policial

Uma criança de 10 anos foi encontrada em uma casa que funcionava como ponto de venda de drogas, na cidade de Pontal do Araguaia, na noite de quinta-feira (7). Outras cinco pessoas estavam no local.

A Polícia Militar chegou até a residência após denúncia que a criança estaria sendo mantida em cárcere privado.

Policiais do município com apoio do Grupo Car (Comando de Ação Rápida), encontraram a criança, na companhia de dois adolescentes, de 16 e 17 anos, e três maiores de idade, 19, 20 e 22 anos.

De acordo com a polícia, nenhum dos suspeitos possuía parentesco com a criança, que relatou aos PMs que estava na casa há dois dias, se alimentando apenas com um pouco de macarrão no período da manhã.

Na revista realizada no interior do imóvel, foram localizados entorpecente, e uma balança de precisão, além de um caderno com anotações, que segundo a polícia, aparenta ser rascunho do estatuto de uma facção criminosa.

Uma motociclista Honda Titan com adulteração na numeração do motor e celulares foram apreendidos no local.

Leia Também:  Prefeitura executa obras de rede pluvial para sanar alagamentos em Pontal do Araguaia

O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar a criança, e os envolvidos foram detidos e conduzidos à Delegacia.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Jovem é preso recebendo R$ 1 mil em notas falsas por encomenda em MT

Suspeito contou à polícia que comprou R$ 1 mil em cédulas falsas de R$ 50,00 por R$ 250.

Publicados

em

Um jovem de 20 anos foi preso pela Polícia Federal após receber notas faltas por meio de uma encomenda entregue pelos Correios, nesta sexta-feira (22), em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

De acordo com a polícia, na caixa de encomenda, foram encontradas 20 notas falsas de R$ 50,00. O material foi apreendido.

A investigação foi realizada pela Unidade Especial de Repressão à Falsificação da Polícia Federal, que é responsável pelo monitoramento de encomendas enviadas pelos Correios e transportadoras.

Segundo a PF, em depoimento, o suspeito contou que comprou R$ 1 mil em cédulas falsas de R$ 50,00 por R$ 250. O material foi negociado por meio das redes sociais.

Após ser ouvido, o jovem foi encaminhado ao presídio Mata Grande, em Rondonópolis.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  STJ mantém condenação e ex-prefeito terá que pagar R$ 1,8 milhão
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA