BARRA DO GARÇAS

Política

Ex-prefeito derrotado em reeleição surge como “fato novo” para o Governo de MT

Estratégia partiu do PSD após seu presidente Carlos Fávaro ser chamado de traidor pelo governador

Publicados

Política

A executiva Estadual do PSD, comandada pelo senador Carlos Fávaro, se reuniu na manhã desta sexta-feira (5) para definir os rumos do partido no pleito deste ano. E no encontro foi sugerido que a legenda deve ter candidato próprio para o Governo do Estado.

O nome apontado para tal missão é o empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Luiz Binotti, que não conseguiu ser reeleito. Agora, surge com a pretensão de ser candidato a governador.

A princípio, ficou definido que o senador Carlos Fávaro iria apoiar a reeleição do governador Mauro Mendes (UB) e o partido estaria liberado para apoiar outro candidato que terá o deputado federal Neri Geller (PP) no palanque como candidato a senador.

No entanto, após uma declaração do governador Mauro Mendes, taxando o senador Fávaro de traidor, membros do partido acharam melhor o PSD tomar outro rumo, e sugeriram o nome de um agricultor do médio-norte como candidato ao governo.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Jornalista morre no Araguaia após capotamento de veículo
Propaganda

Política

Vereador assume vice na chapa de Márcia ao Governo; Neri troca suplente

Luizinho é vereador em Primavera do Leste

Publicados

em

O vereador de Primavera do Leste (240 km de Cuiabá), Luiz Carlos Magalhães, conhecido como Luizinho Magalhães (PP), deverá ser o escolhido para ser o candidato a vice-governador na chapa da primeira-dama de Cuiabá e candidata ao governo do Estado, Márcia Pinheiro (PV). Ele substituirá o ex-secretário de Cuiabá Vanderlúcio Rodrigues (PP), que voltará ao seu projeto inicial de disputar uma das cadeiras da Assembleia Legislativa (ALMT).

Vanderlúcio foi anunciado como vice de Márcia no sábado (6). Entretanto, durante a semana, o Partido Progressista (PP) pediu que o ex-secretário recuasse do projeto para fortalecer a chapa de candidatos a deputado estadual.

A sigla entende que a saída dele deixaria a chapa enfraquecida. A partir disso, a Federação Brasil pela Esperança, formada por PT, PV e PC do B, iniciou conversas.

Após muitas tratativas, o grupo partidário concluiu que o nome para compor com Márcia teria que vir do interior e chegou ao nome de Luizinho. As conversas estão bem avançadas e o parlamentar deverá ser anunciado na chapa de Márcia.

O vereador chegou a ser oficializado como candidato a deputado estadual, durante a convenção progressista, no dia 05 de agosto, mas com o possível recuo de Vanderlúcio, passou a ser o preferido. O 2º suplente do deputado federal e candidato ao Senado, Neri Geller (PP), também deverá ser alterado.

Leia Também:  Vice-governador José Eliton estará quarta-feira em Aragarças lançando asfalto e cartão-reforma

O presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagri), Nilton Macedo (PT), é o favorito para assumir a vaga. A 1ª suplência continua com a ex- reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Maria Lúcia Cavalli Neder (PC do B).

Ele substituirá o ex-vice-prefeito de Juína (720 km de Cuiabá), Luiz Brás (PT). O motivo da mudança, porém, não foi informado pelo grupo partidário.

Nilton, que chegou a ser confirmado como candidato a deputado federal, é da cidade de Pontes e Lacerda (450 km de Cuiabá) e tem uma trajetória de mais de 20 anos de militância na agricultura familiar e em defesa dos trabalhadores.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA