Política

Governo obtém liberação de R$ 800 milhões para construção de pontes e pavimentação de estradas

Publicados

Política

Mato Grosso receberá R$ 800 milhões em investimentos destinados a obras de construção de pontes de concreto, pavimentação e revitalização de rodovias estaduais. As obras beneficiarão os moradores de todas as regiões do Estado. Os investimentos foram assegurados com a assinatura, nesta terça-feira (26.06), em Cuiabá, de três aditivos de convênios pelo governador Pedro Taques, secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, e pelo gerente de governo do Banco do Brasil, Whélen Gonçalo de Arruda Leite, na presença de deputados, lideranças políticas e prestadores de serviço que atuam no setor rodoviário.

“Hoje assinamos três contratos que totalizam R$ 800 milhões. Esperamos que este dinheiro esteja na conta já em julho para que as empresas possam executar as obras previstas. Muitas obras estavam necessitando destes recursos para poderem ganhar ritmo acelerado. Fomos mais de 30 vezes ao Banco do Brasil, defendemos a necessidade de desenvolvimento da infraestrutura de Mato Grosso e graças a Deus esse dinheiro saiu. Agora as obras serão realizadas para que Mato Grosso possa ter um novo futuro”, declarou o governador Pedro Taques.

Os recursos estão sendo destinados ao Governo do Estado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), com operação realizada por intermédio do Banco do Brasil. O Governo do Estado obteve a recente liberação deste montante após intensa articulação liderada pelo governador com apoio do trabalho técnico da Sinfra.

Segundo números oficiais divulgados pela Sinfra, os recursos permitirão que sejam construídas ao menos 61 pontes de concreto, substituindo as antigas estruturas de madeira, atendendo reivindicações históricas dos moradores e do setor produtivo. Além disso, serão aplicados recursos na reconstrução de rodovias que precisam de ações emergenciais de recuperação completa e na pavimentação de novas rodovias em todo o Estado. Dentre as obras, está a pavimentação da rodovia que dá acesso ao histórico Distrito do Coxipó do Ouro, que deu origem à atual capital Cuiabá. 

Leia Também:  Cármen Lúcia assume a presidência do Supremo Tribunal Federal

“Em relação ao escopo inicial do Pró-Concreto, temos a dizer que foi feito um ajuste fino e uma ampliação importante do programa. Estaremos destinando metade dos recursos para pontes mais urgentes e a outra parte para restauração de rodovias, demandas que atendem ao pleito da sociedade”, explicou o secretário Marcelo Duarte.   

Dentre aos três aditivos assinados, um deles trata especificamente do antigo financiamento intitulado MT Integrado, que na atual gestão passou a integrar o programa Pró-Estradas, a maior conjunto de obras de construção, reconstrução, manutenção de rodovias estaduais da história. O aditivo assegura que o BNDES irá destinar a última parcela de R$ 200 milhões, de um total de R$ 1.4 bilhão, para execução de obras em rodovias, incluvise com o acréscimo de um lote.   

“Este aditivo engloba duas situações: a renovação de prazo para executar as obras e a inclusão do lote que prevê a pavimentação da rodovia entre Guiratinga e Tesouro, no valor de R$ 23 milhões”, pontou o secretário. “Temos que agradecer ao Banco do Brasil que conseguiu desburocratizações importantes. Dentre elas, permitiu que o Estado possa dar a contrapartida em um momento futuro e faz a gestão junto ao BNDES para que o recurso seja liberado já em julho, e não em agosto”.   

Leia Também:  REFORMA TRIBUTÁRIA

Autoridades parabenizam

O gerente do BB, Whélen Gonçalo, destacou o trabalho realizado em parceria com o Governo do Estado. “Foram realmente longos cinco meses de entrega de documentações e conversas para obtermos um resultado positivo. Agora gostaria de assegurar que estamos prontos para tocar o barco, para sempre bem atender ao pleito envolvendo estas operações”.

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado estadual Ondanir Bortolini fez questão de destacar a dedicação do Governo no sentido de assegurar recursos para obras impactantes. “Este é um momento importante para todos os parceiros do Governo, que sempre estiveram juntos assegurando obras importantes para sociedade. Com certeza estas obras as maiores prioridades do Estado”, afirmou.

Muitos representantes de empresas que executam obras em rodovias estiveram presentes ao evento. O presidente do Sindicato da Construção Pesada, Alexandre Schutz, parabenizou a condução séria e transparente feita pelo Governo do Estado, com apoio do Banco do Brasil, junto do BNDES, que irá resultar em obras de interesse social. “Espero que as empresas consigam executar os contratos, que novas obras sejam alançadas e que a gente consiga trabalhar para utilizar estes investimentos ainda este ano”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Eleitor pode regularizar título até 4 de maio

Publicados

em

Os eleitores que precisam regularizar o título eleitoral, solicitar transferência de endereço ou mesmo aqueles que desejam tirar a primeira via do documento, precisam se atentar ao prazo final. Esses procedimentos e qualquer outra alteração no cadastro eleitoral precisam ser feitos até o dia 04 de maio de 2022. A data, que corresponde a 151 dias antes do pleito deste ano, é estipulada para que a Justiça Eleitoral consiga organizar o pleito.

Qualquer uma destas solicitações pode ser feita pelo sistema TítuloNet. Basta preencher o requerimento online e aguardar o retorno da Justiça Eleitoral. O atendimento virtual é orientado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), no intuito de evitar aglomerações nos Cartórios Eleitorais, como medida de prevenção à Covid-19.

Clique aqui e confira o passo a passo do atendimento virtual. Os interessados também podem tirar dúvidas entrando em contato com os Cartórios Eleitorais, por telefone, e-mail ou WhatsApp, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30. Há ainda o Disque Eleitor (0800 647-8191), cujo atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, entre 7h30 e 18h.

Leia Também:  Botelho e Nininho faturam alto com o Poder Público

Títulos cancelados

Atualmente, cerca de 2,2 milhões de mato-grossenses estão em situação regular e poderão votar nas Eleições de 2022. Em contrapartida, 371.676 eleitores estão com os títulos cancelados por motivos que podem ser regularizados até a data final de 04 de maio. Deste total, 101.503 cancelamentos são decorrentes de ausência às urnas nos três últimos pleitos, e 270.173 por não comparecimento à revisão do eleitorado (isto é, não fizeram a biometria).

É importante ressaltar que a coleta biométrica continua suspensa pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em função da pandemia de Covid-19, mas isso não impede a regularização da situação. Portanto, é fundamental que as pessoas procurem o atendimento virtual o quanto antes para poderem participar do processo eleitoral.

Sobre o pleito

As Eleições 2022 ocorrerão no dia 02 de outubro, das 8h às 17h, seguindo horário de Brasília (DF), com uniformização em todos os estados e no Distrito Federal, sem exceção. Ou seja, o pleito iniciará e encerrará ao mesmo tempo, de acordo com o fuso da capital federal. Neste ano, serão eleitos os candidatos a cargos políticos que representam a União, os estados e o Distrito Federal, ou seja: presidente e vice-presidente da República, senador, deputado federal, deputado estadual/distrital, governador e vice-governador.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA