Política

Presidente da AL revela convites de 2 partidos, mas decide ficar no PSB

Max Russi elege como prioridade o fortalecimento partidário

Publicados

Política

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Max Russi (PSB), admitiu que foi sondado para deixar o partido e aderir ao MDB ou Republicanos para disputar a eleição de 2022.

 

 

No entanto, o parlamentar assegura que sua prioridade é permanecer na legenda socialista. “O PSB é um partido bem estruturado em Mato Grosso com diretório formado na maioria dos 141 municípios. Tive conversas com esses partidos até em respeito a eles, mas não tenho nenhuma intenção de mudança”, disse.

 

 

Em março, será aberta o prazo de dias 30 que vai permitir aos deputados estaduais e federais a troca de partido sem qualquer punição pela infidelidade partidária. Nos bastidores, partidos como MDB e PP se articulam para receber a filiação de parlamentares no exercício do mandato.

Nacionalmente, o PSB articula apoio a candidatura do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa pelo Palácio do Planalto.

A decisão contraria a linha ideológica do partido adotada em Mato Grosso que está em sintonia com o governador Mauro Mendes (DEM) e mantém laços estreitos com a cúpula do agronegócio. Pelas articulações, o PSB planeja eleger até 3 deputados estaduais e, no mínimo, um representante na Câmara dos Deputados. “O PSB está trabalhando para obter os melhores resultados nas urnas”, concluiu Russi.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo destina R$ 100 milhões do FEX para a Saúde Pública
Propaganda

Política

Eleitor pode regularizar título até 4 de maio

Publicados

em

Os eleitores que precisam regularizar o título eleitoral, solicitar transferência de endereço ou mesmo aqueles que desejam tirar a primeira via do documento, precisam se atentar ao prazo final. Esses procedimentos e qualquer outra alteração no cadastro eleitoral precisam ser feitos até o dia 04 de maio de 2022. A data, que corresponde a 151 dias antes do pleito deste ano, é estipulada para que a Justiça Eleitoral consiga organizar o pleito.

Qualquer uma destas solicitações pode ser feita pelo sistema TítuloNet. Basta preencher o requerimento online e aguardar o retorno da Justiça Eleitoral. O atendimento virtual é orientado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), no intuito de evitar aglomerações nos Cartórios Eleitorais, como medida de prevenção à Covid-19.

Clique aqui e confira o passo a passo do atendimento virtual. Os interessados também podem tirar dúvidas entrando em contato com os Cartórios Eleitorais, por telefone, e-mail ou WhatsApp, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30. Há ainda o Disque Eleitor (0800 647-8191), cujo atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, entre 7h30 e 18h.

Leia Também:  EX-GOVERNADOR DO ESPÍRITO SANTO, GERSON CAMATA É EXECUTADO EM VITÓRIA

Títulos cancelados

Atualmente, cerca de 2,2 milhões de mato-grossenses estão em situação regular e poderão votar nas Eleições de 2022. Em contrapartida, 371.676 eleitores estão com os títulos cancelados por motivos que podem ser regularizados até a data final de 04 de maio. Deste total, 101.503 cancelamentos são decorrentes de ausência às urnas nos três últimos pleitos, e 270.173 por não comparecimento à revisão do eleitorado (isto é, não fizeram a biometria).

É importante ressaltar que a coleta biométrica continua suspensa pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em função da pandemia de Covid-19, mas isso não impede a regularização da situação. Portanto, é fundamental que as pessoas procurem o atendimento virtual o quanto antes para poderem participar do processo eleitoral.

Sobre o pleito

As Eleições 2022 ocorrerão no dia 02 de outubro, das 8h às 17h, seguindo horário de Brasília (DF), com uniformização em todos os estados e no Distrito Federal, sem exceção. Ou seja, o pleito iniciará e encerrará ao mesmo tempo, de acordo com o fuso da capital federal. Neste ano, serão eleitos os candidatos a cargos políticos que representam a União, os estados e o Distrito Federal, ou seja: presidente e vice-presidente da República, senador, deputado federal, deputado estadual/distrital, governador e vice-governador.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA