BARRA DO GARÇAS

Política

WF evita empolgação por aliança com Mauro e pesquisas: “não pode titubear”

Senador diz que momento exige muito trabalho dos pré-candidatos

Publicados

Política

O senador Wellington Fagundes (PL) comentou na tarde desta segunda-feira (27) sobre os números que pesquisas recentes têm apontado em relação ao seu nome e a sua pré-candidatura à reeleição. O parlamentar aparece na liderança, com certa folga, mas deixou claro que não pretende se deixar levar pelos índices e trabalhar para construir uma coligação forte para a disputa do pleito, em outubro.

Wellington Fagundes tem como adversários mais fortes, até o momento, o deputado federal Neri Geller (PP), a médica Natasha Slhessarenko (PSB) e o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Antônio Galvan (PTB). O senador tenta conseguir o apoio do governador Mauro Mendes e já conta com o suporte do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), para garantir mais oito anos de mandato.

Há cerca de duas semanas, o senador esteve em São Paulo, acompanhado do governador Mauro Mendes (União), visitando o Instituto Guimarães Pesquisa e Planejamento. A visita reforçou a proximidade de ambos e os sinais de que o governador e o senador buscarão a reeleição na mesma chapa.

Leia Também:  Eleições 2016 Justiça Eleitoral institui Núcleo de Inteligência para atuar na fiscalização das contas de campanha

“Tenho que acreditar no nosso trabalho. Não posso ficar acreditando numa pesquisa hoje, se amanhã tiver outro resultado diferente. Temos as nossas pesquisas internas e temos confiança nelas, mas na política, não dá para brincar, titubear ou errar. Até as eleições, teremos as convenções, onde queremos fazer uma aliança forte. Depois de definidos os candidatos, vamos construir e mostrar cada um a sua história. O voto é a confiança de cada eleitor. Temos que ter muita humildade e trabalhar muito. Não se pode subestimar nenhum adversário, muito menos a inteligência do eleitor”, afirmou.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Vereador assume vice na chapa de Márcia ao Governo; Neri troca suplente

Luizinho é vereador em Primavera do Leste

Publicados

em

O vereador de Primavera do Leste (240 km de Cuiabá), Luiz Carlos Magalhães, conhecido como Luizinho Magalhães (PP), deverá ser o escolhido para ser o candidato a vice-governador na chapa da primeira-dama de Cuiabá e candidata ao governo do Estado, Márcia Pinheiro (PV). Ele substituirá o ex-secretário de Cuiabá Vanderlúcio Rodrigues (PP), que voltará ao seu projeto inicial de disputar uma das cadeiras da Assembleia Legislativa (ALMT).

Vanderlúcio foi anunciado como vice de Márcia no sábado (6). Entretanto, durante a semana, o Partido Progressista (PP) pediu que o ex-secretário recuasse do projeto para fortalecer a chapa de candidatos a deputado estadual.

A sigla entende que a saída dele deixaria a chapa enfraquecida. A partir disso, a Federação Brasil pela Esperança, formada por PT, PV e PC do B, iniciou conversas.

Após muitas tratativas, o grupo partidário concluiu que o nome para compor com Márcia teria que vir do interior e chegou ao nome de Luizinho. As conversas estão bem avançadas e o parlamentar deverá ser anunciado na chapa de Márcia.

O vereador chegou a ser oficializado como candidato a deputado estadual, durante a convenção progressista, no dia 05 de agosto, mas com o possível recuo de Vanderlúcio, passou a ser o preferido. O 2º suplente do deputado federal e candidato ao Senado, Neri Geller (PP), também deverá ser alterado.

Leia Também:  Preço do etanol dispara novamente chegando a R$ 5,19 em postos de Cuiabá

O presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagri), Nilton Macedo (PT), é o favorito para assumir a vaga. A 1ª suplência continua com a ex- reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Maria Lúcia Cavalli Neder (PC do B).

Ele substituirá o ex-vice-prefeito de Juína (720 km de Cuiabá), Luiz Brás (PT). O motivo da mudança, porém, não foi informado pelo grupo partidário.

Nilton, que chegou a ser confirmado como candidato a deputado federal, é da cidade de Pontes e Lacerda (450 km de Cuiabá) e tem uma trajetória de mais de 20 anos de militância na agricultura familiar e em defesa dos trabalhadores.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA