Saúde

Após colapso na UPA com a 3ª Onda, prefeito de Barra do Garças monta mais 6 leitos de enfermaria

Uma sala de necrotério está sendo transformada em enfermaria para desafogar atendimento da UPA de Barra do Garças

Publicados

Saúde

O prefeito de Barra do Garças, Adilson Gonçalves, confirmou na tarde de sexta-feira (4/6) a decisão de montar mais seis leitos de enfermaria na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que colapsou na quinta-feira, feriado de Corpus Christi. A procura na UPA, ontem foi considerada fora do normal, deixando médicos e enfermeiros sobrecarregados e causando confusão na recepção com pacientes alterados e alguns que foram até embora sem atendimento.

Para ofertar mais vagas, o prefeito pediu ao secretário de Saúde Adilson Tavares, que desativasse uma sala de necrotério da UPA para instalar mais seis novos leitos de enfermaria com todos os equipamentos necessários para atendimento. “Eu fui informado que o atendimento na UPA normalizou nesta sexta-feira, porém decidimos criar mais seis leitos para quem saber evitar um novo colapso no atendimento. E por outro lado, pedimos a população que se proteja porque o número de casos está aumentando”, completou o prefeito.

Barra do Garças teve mais quatro óbitos nas últimas horas, porém devido ao ponto facultativo nesta sexta-feira devido ao feriado de ontem, hoje não teve a divulgação do boletim epidemiológico. A cidade já tem mais de 7.200 casos de Covid, 454 casos ativos, mais 40 pessoas internadas e 80% dos leitos de UTI ocupados. O número de óbitos passa de 250 vítimas fatais da pandemia.

Leia Também:  CIB aprova pedido de 10,2 mil doses da vacina Coronavac para 6 Municipios de MT, Luciara está entre eles

Deixamos aqui as condolências à todas as famílias enlutadas e pedimos que a população continue se protegendo porque Barra do Garças extra vivendo a Terceira Onda da Covid.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Em 24h, Mato Grosso registra 407 casos e 27 óbitos por Covid

Taxa de ocupação das UTI’s é de 92%; são 489 infectados internados nos leitos

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (13), 427.979 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.417 óbitos em decorrência do coronavírus.

Nas últimas 24 horas foram notificadas 407 novas confirmações de casos e 27 mortes no Estado.

Dos 427.979 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.872 estão em isolamento domiciliar e 401.968 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 489 internações em UTIs públicas e 344 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 92,97% para UTIs adulto e em 40% para enfermarias adulto.

Os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 são: Cuiabá (89.294), Rondonópolis (31.259), Várzea Grande (29.186), Sinop (20.792), Sorriso (14.770), Tangará da Serra (14.712), Lucas do Rio Verde (13.096), Primavera do Leste (10.959), Cáceres (9.222) e Alta Floresta (8.158).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Mais de 10 pessoas são multadas por aglomerações em cachoeiras de Barra do Garças

O documento ainda aponta que um total de 345.418 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 787 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (12.06), o Governo Federal confirmou o total de 17.374.818 casos da Covid-19 no Brasil e 486.272 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 17.296.118 casos da Covid-19 no Brasil e 484.235 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (13.06).

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA