BARRA DO GARÇAS

Saúde

Chikungunya aumenta 262% em MT

Publicados

Saúde

Enquanto o país registrou aumento na notificação de dengue em 2018 se comparado a 2017, Mato Grosso apresentou redução de 21,6% no número de casos da doença no mesmo período. Cenário semelhante foi verificado em relação a zika, que teve uma queda de 58,7% nas ocorrências. Em contrapartida, os registros da febre chikungunya cresceram 262,8% no Estado. 

Os dados, associados a circulação do vírus da dengue “tipo 2” em São Paulo (SP), reforçam o alerta para intensificar a prevenção dos agravos transmitidos pelo Aedes aegypti. Ao todo, ocorreram 15 óbitos, sendo seis por dengue (quatro confirmados e dois em investigação) e nove por chikungunya (oito confirmados e um investigado). 

De acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (Ses/MT), no ano passado (até 29 de dezembro) foram 9.584 notificações da dengue contra 12.222, em 2017. A quantidade coloca o Estado em risco médio de contaminação deste tipo de agravo, que apresentou uma incidência de 289,9 por 100 mil habitantes, em 2018. Porém, em Várzea Grande e em Sinop, com taxas de 580,8%/100 mil e 521,3/100 mil pessoas respectivamente, o risco é considerado alto. 

Leia Também:  MT tem mil contágios em 24h e se aproxima dos 170 mil casos

No país, em 2017, foram registrados 239.389 casos prováveis de dengue. Em 2018, foram 265.934. Destes, 174.724 (65,7%) casos foram confirmados e, 195.131, descartados. Neste caso, os dados, sujeitos à alteração, são da Secretaria de Vigilância em Saúde, ligada ao Ministério da Saúde (MS) e se refere a semana epidemiológica (SE) de número 52. 

Chama a atenção a circulação do sorotipo 2 da dengue em 19 cidades detectada em São Paulo e que colocou o estado em alerta. Isso por que pessoas infectadas por sorotipos diferentes em um período de seis meses a três anos podem ter uma evolução para formas mais grave da doença. “Estamos no período chuvoso, o que, consequentemente, provoca o aumento do número de criadouros do Aedes aegypti. Com isso, ocorre a necessidade do aumento da atenção e de cuidados com essas doenças transmitidas por este vetor”, recomenda a Ses aos municípios. 

Já a chikungunya saltou de 3.942 para 14.300 no espaço de tempo. Com uma incidência de 433 casos por 100 mil indivíduos, o Estado tem alto risco de contaminação da doença. Novamente, o município de Várzea Grande é um dos que mais preocupam. Por lá, foram 10.122 casos no ano passado, com uma taxa de 3.730/100 mil. Em Cuiabá, são 2.173 notificações, com taxa de 371/100 mil. No país, conforme o MS, em 2017, foram 185.593 casos prováveis da febre. Em 2018, 87.687, com uma incidência de 42,1 casos/100 mil habitantes em todo território nacional. 

Leia Também:  Ex-deputado, jornalista é intubado com "quadro gripal" em Cuiabá

Em relação a zika, foram 1.072 ocorrências no ano passado contra 2.596, no anterior, em todo o território mato-grossense. Em nível nacional, em 2017, foram 17.593 casos prováveis. No ano passado, foram 8.680 ocorrências, com taxa de incidência de 4,2 casos/100 mil pessoas. Destas, 3.984 (45,9 %) casos foram confirmados.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Prefeito Zé Bueno entrega um dos maiores e bem equipado Hospital da região para a população de Campinápolis

Os equipamentos são novos, modernos e de última geração, a unidade conta com mobílias novas, aproximadamente 100 servidores, 40 leitos hospitalares, 02 centros cirúrgicos, sete clínicos geral que atenderão urgência emergência e media complexidade, ambulâncias, quadro de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

Publicados

em

Na manhã desta sexta-feira (12.08) a reportagem do Notícia dos Municípios esteve na cidade de Campinápolis-MT acompanhando a inauguração de um dos maiores Hospitais Municipal de Mato Grosso, a cerimônia de inauguração contou com a presença de um grande numero de populares, vereadores, secretários municipais de saúde e prefeitos de municípios circunvizinhos, além da secretária de Estado de Agricultura e esposa do deputado federal Carlos Bezerra, Teté Bezerra.

Em seu discurso bastante aplaudido, o prefeito José Bueno enalteceu o trabalho em equipe da sua gestão, e destacou a atuação dos ex-prefeitos Dr. Altino Vieira Resende e Jovan Faria, que segundo Bueno contribuíram bastante com a construção daquela unidade de saúde.


Cerimônia bastante concorrida com a presença da população e autoridades.

 “A mais de uma década o Altino iniciou esta obra que é um sonho de toda população através de uma emenda do saudoso deputado federal Homero Pereira no valor de R$ 900 mil reais, há época, o Jeovan deu continuidade e mais recursos foram investidos, e nós concluímos ela definitivamente fazendo mais investimentos ampliações e aquisição de equipamentos e mobílias para fazer funcionar, investimos recursos próprios e de parcerias para garantir o bom funcionamento desta unidade de saúde”. Disse o prefeito fazendo justiça aos que o antecederam.

Segundo Zé Bueno somente na sua gestão foram aplicados mais de 2 milhões em investimentos para viver esse momento ímpar e proporcionar mais saúde de qualidade para sua população.

Leia Também:  Sargento da PM é diagnosticado com Covid-19 e está na UTI em Barra do Garças

Questionado pela reportagem sobre o custo para manter a unidade funcionando, o prefeito foi enfático ao afirmar que os cofres públicos do município estão preparados para fazer funcionar o hospital e assim será feito a partir de agora. Pontuou o gestor de forma otimista.

De acordo a secretária municipal de saúde, Daiane Moura Gomes Santana, o novo Hospital de Campinápolis atenderá urgência emergência e media complexidade, a unidade conta com aproximadamente 100 servidores do quadro, além da equipe terceirizada da saúde.

Enfermarias climatizadas com camas para pacientes e acompanhantes.

Ao todo são 40 leitos hospitalares, 02 centros cirúrgicos, sete clínicos gerais atendendo, ambulâncias, quadro de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, sendo dotado de novos e modernos equipamentos de última geração.

O objetivo da gestão é ampliar ainda mais o numero de profissionais, desta feita trazendo mais especialidades para atender alta complexidade, o Hospital Regional que tem parceria com o município é o Paulo Alemão, localizado em Agua Boa (distante 150 km).

“Quero aqui agradecer a Deus por esse momento tão importante e por esse sonho realizado e também nossos parceiros que não mediram esforços para ajudar nosso município, inclusive a Câmara de vereadores, todos são nossos parceiros de primeira hora, a eles nossa gratidão”. Disse o prefeito.

Primeira Dama Ana Lucia Bueno e o prefeito Zé Bueno, sob a lente do Notícia dos Municípios.

Já a vice-prefeita Eva da Paz e a Primeira Dama Ana Lucia Correia Cacão Bueno, disseram da satisfação em participar desse momento tão importante para a saúde do município e para o bem estar da população campinapolensse, elas lembraram a luta intensa do prefeito José Bueno e toda sua equipe de governo para colocar o hospital para funcionar definitivamente visando garantir mais dignidade e qualidade de vida para a população.

Leia Também:  Ex-deputado, jornalista é intubado com "quadro gripal" em Cuiabá

Segundo apurou nossa reportagem, o funcionamento definitivo do Novo Hospital Municipal de Campinápolis se inicia na próxima segunda-feira (15) e somente foi possível, graças ao empenho pessoal do prefeito José Bueno e sua equipe de governo que contou com o empenho e parceria firmada com o deputado estadual Nininho e os federais; Carlos Bezerra e Juarez Costa.

Durante a cerimônia de inauguração um grupo gospel local presentaram um hino alusivo à agradecimentos a Deus, e ainda contou com uma palavra de saudação por um pastor local focado em nos livros de Atos dos Apóstolos capítulo 10:10 e de Deuteronômio 28.

Atendimento e internações do Hospital Municipal.

Participaram da inauguração, a secretária de Estado de Agricultura Teté Bezerra, os prefeitos de Torixoréu, Thiago Timo, João Bang, de Nova Xavantina, de Novo São Joaquim, Leonardo Faria Zampa, o ex-prefeito de Campinápolis, Dr. Altino Vieira Rezende, secretários municipais, vereadores, autoridades civis, eclesiásticas e um grande numero de pessoas da comunidade.

ASSISTA A ENTREVISTA DO PREFEITO E DA SECRETARIA 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA