Saúde

Cidade de Mato Grosso que mais aplicou vacina não registra mortes por Covid-19 desde meados de julho

Publicados

Saúde

A cidade de Santo Afonso (279 quilômetros de Cuiabá), que aparece em primeiro no ranking dos municípios mato-grossenses que mais aplicaram vacinas, não registra mortes por Covid-19 desde meados de julho deste ano. Outra que apresentou redução bastante considerável dos índices foi Primavera do Leste, que é a terceira que mais aplicou os imunizantes recebidos na população.

Santo Afonso, que tem uma população total de 3.146 pessoas, é a primeira do ranking, tendo aplicado 99,79% das doses recebidas até agora.

A cidade não registra mortes por Covid-19 desde o dia 19 de julho. Em setembro, foram apenas seis casos da doença registrados na cidade. Em agosto, eram sete os casos, o que representa uma redução de 14%.

Na comparação de julho deste ano, quando a cidade teve um óbito e 49 casos confirmados, a redução foi de 100% e 87,7%, respectivamente.

Cidade com uma população bem maior (62.019 pessoas), Primavera do Leste aparece em segundo no ranking das cidades mato-grossenses que mais aplicaram as vacinas recebidas (90,36%).

Leia Também:  CANARANA- Saúde lazer e infraestrutura para o novo 'eldorado' do Centro Oeste

Em setembro deste ano, a cidade registrou dois óbitos em decorrência da Covid-19 e apenas 153 casos confirmados. Os números são bem diferentes de agosto, quando foram dez mortes e 969 testes positivos, o que representa uma redução de 80% e 84,2%, respectivamente.

Na comparação entre julho e setembro, quando foram registrados 29 óbitos e 1.710 casos confirmados, a redução é de 93% nas mortes e 91% nas contaminações.

Em terceiro lugar no ranking de vacinação está a cidade de Torixoréu, que possui 6.609 habitantes. Na cidade, a última morte em decorrência da Covid-19 registrada no dia 24 de agosto. Em setembro, foram seis os casos confirmados da doença.

 

Em agosto, a cidade teve dois óbitos e 56 casos confirmados da doença, o que representa uma diminuição de 100% e 89%, respectivamente, comparando com os índices de setembro.

No mês de julho, 61 pessoas testaram positivo e outras duas foram a óbito. A redução, na comparação entre julho e setembro é de 90% para os casos e 100% das mortes.

Leia Também:  Com tecnologia de ponta, Hospital MedBarra é inaugurado e prefeito Roberto Farias propõe ampliar o atendimento para toda a população

Tais índices, que constam no Painel da Covid-19, atualizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), mostram a importância da vacinação e comprovam a importância da vacinação da população para que tudo retorne ao normal.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Santo Afonso (99,79%), Primavera do Leste (90,36%), Torixoréu (89,40%), Nova Guarita (88,95%), Planalto da Serra (88,93%), Campinápolis (88,92%), Cocalinho (88,27%), Santa Rita do Trivelato (88,03%), Água Boa (87,61%) e Diamantino (87,01%).

O Governo de Mato Grosso recebeu, até terça-feira (05.10), 4.806.021 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já pactuou a distribuição de 4.535.481 doses aos 141 municípios do Estado, ou seja, 94,3% do total recebido.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses ou doses únicas (4.501.644), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (33.837) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Prefeitura de Barra do Garças renova leitos de UTI do Pronto Socorro com novas camas elétricas

As novas camas foram compradas para substituir seis leitos que estavam sendo alugados mensalmente para uso hospitalar.

Publicados

em

A Prefeitura de Barra do Garças, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, adquiriu recentemente oito novos leitos elétricos para a UTI do Pronto Socorro Municipal. As novas camas foram compradas para substituir seis leitos que estavam sendo alugados mensalmente para uso hospitalar, com a nova aquisição estão sendo economizados cerca de R$ 90 mil anuais aos cofres municipais.

As camas foram adquiridas através de recursos de emenda parlamentar, e o secretário de Saúde, Adilson Tavares, frisou que era um anseio antigo da gestão renovar os leitos do Pronto Socorro e deixar de pagar aluguel por camas hospitalares.

“Nossa visão é em breve substituir todos os leitos por camas novas, elétricas e modernas para melhor atender nossos pacientes. Estávamos pagando mais de R$ 1.300 mensais por cama aqui no hospital, seis eram alugadas, com essa economia também podemos investir mais na estrutura do Pronto Socorro e transformar a Saúde do nosso município”.

A coordenadora geral do Pronto Socorro, Alverina Kosanke, falou sobre a necessidade urgente das camas para atender os pacientes mais necessitados.

Leia Também:  Governo de MT cria programa para premiar municípios que mais vacinar contra a Covid-19

“Com as camas que chegaram nós já conseguimos acomodar os pacientes que mais precisavam, com mais conforto e de forma adequada. Estamos aguardando agora os novos leitos que ainda virão e que vão auxiliar no tratamento dos pacientes da UTI e da Semi Intensiva”.

De acordo com a Secretaria de Saúde, outras 14 camas estão em processo licitatório para aquisição e em breve devem chegar ao Pronto Socorro. Além disso, estão sendo adquiridos insumos e equipamentos hospitalares novos,  através de recursos do deputado estadual Nininho, no valor de R$ 200 mil, que irão contribuir com a renovação e modernização de todos os leitos de UTI e enfermaria do hospital.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA