a

Saúde

Diabetes e dislipidemia serão discutidos durante XXXIV Fórum de Diabetes e Coronária

Publicados

Saúde

O Diabetes Mellitus (DM), uma doença que ocorre quando o organismo não produz insulina ou quando esta substância deixa de atuar de forma eficaz, será tema do XXXIV Fórum de Diabetes de Coronária que acontece nos dias 14 e 16 de setembro, juntamente com o XIV Congresso Centro Oeste de Cardiologia no Hotel “Holiday Inn”.

 “O paciente diabético tem um risco muito maior de desenvolver eventos circulatórios, sendo que até 80% dos indivíduos com Diabetes Mellitus (DM) vão desenvolver, ou até mesmo morrer de doença cardiovascular. Assim esta doença quando não diagnosticada ou mal controlada determina expressivo impacto na mortalidade e na qualidade de vida da população”, explica o cardiologista e presidente XIV Congresso Centro Oeste de Cardiologia Julio César de Oliveira.

O Diabetes será debatido no dia 15 de setembro nas palestras: “Existe evidência no tratamento medicamentoso das glicemias” com Dra. Cristina Bardou Pizarro (MT), “O Diabetes por si já define a necessidade de uso de estatina?” com Dr. Frederico Somaio Neto (MS), e outras doenças que aumentam o risco de infarto e derrame, como o colesterol alterado, na palestra: “Dislipidemias: Além das Estatinas” com Dr. Nelson Siqueira (GO).

Leia Também:  Primeiro lote de vacina da Pfizer contra a Covid-19 chega a MT nesta segunda-feira (3)

O evento é uma realização da Sociedade Centro Oeste de Cardiologia(SBC) e da Sociedade Brasileira de Cardiologia de Mato Grosso (SBC-MT), e vai reunir cardiologistas clínicos e cirurgíões, além de enfermeiros e estudantes de várias partes do país.   

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Em uma semana, MT registra 9.396 casos de infecção por Covid-19

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 60 internações em UTIs e 81 em enfermarias públicas.

Publicados

em

Em uma semana, de segunda-feira (20) a domingo (26), Mato Grosso registrou 9.396 casos de infecção pelo coronavírus.

Nas últimas 24 horas, a taxa de internação em UTI Covid no Estado ficou em 70,79%.

Em enfermarias públicas, a taxa subiu de 16% para 17%, conforme o Painel Epidemiológico da Secretaria de Saúde.

 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 60 internações em UTIs públicas e 81 em enfermarias públicas.

Nas últimas 24 horas, foram notificados mais 267 novos casos de Covid-19 em Mato Grosso.

Também nas últimas 24 horas, foram registradas mais duas mortes causadas pela doença.

Até agora, no total, foram registradas 14.979 mortes em decorrência do coronavírus.

A Secretaria de Estado de Saúde notificou, até a tarde deste domingo (26), 757.442 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

Dentre os dez municípios com maior número de casos estão: Cuiabá (135.443), Várzea Grande (53.569), Rondonópolis (44.283), Sinop (34.297), Tangará da Serra (24.341), Sorriso (23.277), Lucas do Rio Verde (23.318), Primavera do Leste (22.633), Cáceres (17.366) e Alta Floresta (16.999).

Leia Também:  Operação Xavante atende mais de 1,5 mil indígenas em MT e distribui 11 mil medicamentos

Dos 757.442 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.925 pessoas estão em isolamento domiciliar e 732.846 estão recuperadas.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA