BARRA DO GARÇAS

Saúde

Mais de 40 anos? Largue as desculpas e comece já uma atividade física

Publicados

Saúde

Você já deve ter escutado a frase "antes tarde do que nunca". O famoso dito popular se aplica a diversas situações, inclusive à vida saudável. Se você tem mais de 40 anos e pensa que é tarde para começar a se exercitar, ou, talvez, que seu corpo já está fraco para suportar a carga de exercícios, é hora de repensar o assunto.

O fisiologista Raul Santo de Oliveira esclarece que a saúde só tem a agradecer quando se começa a praticar um exercício físico, mesmo se você nunca praticou nada. Ele explica que, nessa fase da vida, é comum que exista perda de massa muscular e óssea, tanto para homens quanto para mulheres.

Para homens, elas acontecem por causa da redução dos níveis hormonais, em especial da testosterona e, para mulheres, isso é bem comum no climatério e na menopausa – fase onde os níveis de hormônios femininos são reduzidos no organismo da mulher, o que ocasiona uma série de mudanças, como perdas ósseas. Além dessas reduções, depois dos 40, a condição cardiorrespiratória costuma piorar.

Raul Santo acrescenta que, nessa fase, são comuns doenças oportunistas e crônico-degenerativas, como hipertensãodiabetes, mau colesterol (LDL) elevado e até mesmo osteoporose – que, ressalta ele, também é consequência de hábitos trazidos pela vida toda, desde a infância. O exercício físico contribuirá com a melhora desses e outros quadros.

Desempenho nos exercícios

Claro que essas perdas prejudicam o desempenho atlético, mas essa não deve ser uma preocupação. "Não há problema se houver perda de desempenho, porque o objetivo é o completo bem-estar físico, mental e social", diz o fisiologista.

Optar por uma vida ativa – com a orientação correta de um profissional – traz melhoria e fortalecimento de toda a aparelhagem cardiorrespiratória (o que inclui coração e pulmões), fortalecimento muscular, melhoria da coordenação motora, melhor flexibilidade e melhor controle de composição corporal, colesterol, glicemia e pressão arterial.

Robson de Bem, médico fisiatra, também lembra que a prática de exercícios físicos tem o poder de prevenir câncer e processos artrósicos. Além disso, há progressos em todos os fatores adjacentes, o que significa que estresse, depressão e ansiedade passarão bem longe, já que haverá melhora do humor e da interação social.

Leia Também:  Rondonópolis registra aumento de 700% nos casos de dengue

Exames necessários

Para começar a praticar uma atividade, é sempre importante procurar um profissional. "O indivíduo tem que ter uma condição de aptidão para realizar o exercício, então deve procurar um médico a princípio, independente do exercício", aconselha Raul Santo.

Exercícios depois dos 40 anos - Getty Images

Esse médico realizará uma avaliação clínica, que declarará se você é apto ou não para o exercício escolhido. O clínico geral realizará testes, como glicemia, hemograma, níveis de colesterol etc. Caso seja detectada alguma doença, o clínico poderá encaminhá-lo a um médico especializado.

Depois dessa avaliação, é preciso fazer o chamado teste ergoespirométrico. Ele consiste em um exame realizado em laboratório – em esteira ou bicicleta ergométrica -, onde a carga do exercício será gradativamente aumentada. Aqui, serão observadas as reações fisiológicas de acordo com a intensidade da atividade, como frequência cardíaca, pressão arterial e consumo de oxigênio, até chegar no consumo máximo de oxigênio que esse indivíduo suportou. Santo explica que esse é o principal parâmetro na hora de definir qual o limite do treino da pessoa.

Aeróbico ou anaeróbico?

Depois de testar a sua aptidão, está na hora de se mexer. O aconselhado é uma combinação de exercícios aeróbicos e anaeróbicos, que deverão proporcionar prazer. Embora você tenha preferência por uma atividade específica, diz o fisiologista, não é aconselhável que se restrinja apenas a ela. Por exemplo: se a caminhada lhe agrada, você deve tê-la como modalidade principal, mas também agregar outras, alternando entre esportes aquáticos, coletivos, exercícios com peso etc.

A base dos exercícios, nessa fase da vida, deve ser aeróbica, já que pode ser que o corpo não aguente uma carga mais pesada. Mas como diferenciar uma atividade aeróbica de uma anaeróbica? Ao contrário do pregado pelo senso comum, uma caminhada, por exemplo, não é necessariamente aeróbica, assim como um exercício com pesos não tem obrigação de ser anaeróbico.

Leia Também:  Governo de MT diz que aguarda novas doses para começar a vacinar crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19

"O que determina não é a modalidade, mas a intensidade aplicada em relação à frequência cardíaca", esclarece o fisiologista Raul. Assim, uma caminhada leve é um exercício aeróbico – e utiliza o metabolismo aeróbio, ou seja, demanda oxigênio para obter energia -, já uma corrida intensa pode ser considerada anaeróbica – utilizando o metabolismo anaeróbio, processo que não pede oxigênio para a obtenção de energia para a realização do exercício. O ideal, então, é que não se busque apenas uma modalidade, e sim várias, para que sejam trabalhadas várias valências físicas.

A caminhada é uma das mais democráticas, mas ainda assim exige um teste de aptidão física. No caso da corrida, as articulações e a coluna devem estar em dia. Já a natação é um treino mais introspectivo, que não exige grandes interações sociais. Para coletivos, vale prestar atenção em futebol ou vôlei, mas sempre tomando cuidado com as articulações e os possíveis impactos do esporte. O fisiatra Robson de Bem também acrescenta nessa lista Pilates, hidroginástica e ioga como boas atividades.

Cuidado com as lesões

Para evitar lesões, é de suma importância respeitar limites do corpo, usar roupas e acessórios corretos, alimentar-se corretamente, não exagerar na carga do exercício e nunca se esquecer de aquecimento e alongamento. Quando esses cuidados não são tomados, é comum que ocorram lesões de articulações e coluna vertebral – e isso se refletirá na qualidade de vida. Por isso, as recomendações do médico e do profissional de educação física devem ser respeitadas.

Pensando nos inúmeros benefícios da atividade física, ainda mais depois dos 40 anos, fica difícil arranjar desculpas. Que tal começar a sua hoje?

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Prefeito Zé Bueno entrega um dos maiores e bem equipado Hospital da região para a população de Campinápolis

Os equipamentos são novos, modernos e de última geração, a unidade conta com mobílias novas, aproximadamente 100 servidores, 40 leitos hospitalares, 02 centros cirúrgicos, sete clínicos geral que atenderão urgência emergência e media complexidade, ambulâncias, quadro de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

Publicados

em

Na manhã desta sexta-feira (12.08) a reportagem do Notícia dos Municípios esteve na cidade de Campinápolis-MT acompanhando a inauguração de um dos maiores Hospitais Municipal de Mato Grosso, a cerimônia de inauguração contou com a presença de um grande numero de populares, vereadores, secretários municipais de saúde e prefeitos de municípios circunvizinhos, além da secretária de Estado de Agricultura e esposa do deputado federal Carlos Bezerra, Teté Bezerra.

Em seu discurso bastante aplaudido, o prefeito José Bueno enalteceu o trabalho em equipe da sua gestão, e destacou a atuação dos ex-prefeitos Dr. Altino Vieira Resende e Jovan Faria, que segundo Bueno contribuíram bastante com a construção daquela unidade de saúde.


Cerimônia bastante concorrida com a presença da população e autoridades.

 “A mais de uma década o Altino iniciou esta obra que é um sonho de toda população através de uma emenda do saudoso deputado federal Homero Pereira no valor de R$ 900 mil reais, há época, o Jeovan deu continuidade e mais recursos foram investidos, e nós concluímos ela definitivamente fazendo mais investimentos ampliações e aquisição de equipamentos e mobílias para fazer funcionar, investimos recursos próprios e de parcerias para garantir o bom funcionamento desta unidade de saúde”. Disse o prefeito fazendo justiça aos que o antecederam.

Segundo Zé Bueno somente na sua gestão foram aplicados mais de 2 milhões em investimentos para viver esse momento ímpar e proporcionar mais saúde de qualidade para sua população.

Leia Também:  Campanha nacional contra sarampo iniciará nesta segunda-feira

Questionado pela reportagem sobre o custo para manter a unidade funcionando, o prefeito foi enfático ao afirmar que os cofres públicos do município estão preparados para fazer funcionar o hospital e assim será feito a partir de agora. Pontuou o gestor de forma otimista.

De acordo a secretária municipal de saúde, Daiane Moura Gomes Santana, o novo Hospital de Campinápolis atenderá urgência emergência e media complexidade, a unidade conta com aproximadamente 100 servidores do quadro, além da equipe terceirizada da saúde.

Enfermarias climatizadas com camas para pacientes e acompanhantes.

Ao todo são 40 leitos hospitalares, 02 centros cirúrgicos, sete clínicos gerais atendendo, ambulâncias, quadro de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, sendo dotado de novos e modernos equipamentos de última geração.

O objetivo da gestão é ampliar ainda mais o numero de profissionais, desta feita trazendo mais especialidades para atender alta complexidade, o Hospital Regional que tem parceria com o município é o Paulo Alemão, localizado em Agua Boa (distante 150 km).

“Quero aqui agradecer a Deus por esse momento tão importante e por esse sonho realizado e também nossos parceiros que não mediram esforços para ajudar nosso município, inclusive a Câmara de vereadores, todos são nossos parceiros de primeira hora, a eles nossa gratidão”. Disse o prefeito.

Primeira Dama Ana Lucia Bueno e o prefeito Zé Bueno, sob a lente do Notícia dos Municípios.

Já a vice-prefeita Eva da Paz e a Primeira Dama Ana Lucia Correia Cacão Bueno, disseram da satisfação em participar desse momento tão importante para a saúde do município e para o bem estar da população campinapolensse, elas lembraram a luta intensa do prefeito José Bueno e toda sua equipe de governo para colocar o hospital para funcionar definitivamente visando garantir mais dignidade e qualidade de vida para a população.

Leia Também:  Barra do Garças encerra a semana com UTIs lotadas e 40 internados da Covid VEJA BOLETIM

Segundo apurou nossa reportagem, o funcionamento definitivo do Novo Hospital Municipal de Campinápolis se inicia na próxima segunda-feira (15) e somente foi possível, graças ao empenho pessoal do prefeito José Bueno e sua equipe de governo que contou com o empenho e parceria firmada com o deputado estadual Nininho e os federais; Carlos Bezerra e Juarez Costa.

Durante a cerimônia de inauguração um grupo gospel local presentaram um hino alusivo à agradecimentos a Deus, e ainda contou com uma palavra de saudação por um pastor local focado em nos livros de Atos dos Apóstolos capítulo 10:10 e de Deuteronômio 28.

Atendimento e internações do Hospital Municipal.

Participaram da inauguração, a secretária de Estado de Agricultura Teté Bezerra, os prefeitos de Torixoréu, Thiago Timo, João Bang, de Nova Xavantina, de Novo São Joaquim, Leonardo Faria Zampa, o ex-prefeito de Campinápolis, Dr. Altino Vieira Rezende, secretários municipais, vereadores, autoridades civis, eclesiásticas e um grande numero de pessoas da comunidade.

ASSISTA A ENTREVISTA DO PREFEITO E DA SECRETARIA 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA