BARRA DO GARÇAS

Saúde

Ministro da Saúde libera vacina da gripe para toda a população a partir de segunda-feira

Publicados

Saúde

O ministro da Saúde Ricardo Barros informou que a vacina contra a gripe será liberada para toda a população, e não só para grupos prioritários, a partir de segunda-feira (5). O anúncio foi feito nesta sexta-feira (2), em Maringá, no norte do Paraná.

De acordo com Barros, cada secretaria de saúde terá autonomia para definir se libera ou não a vacinação para todas as faixas etárias. No Paraná, por exemplo, a Secretaria de Estado da Saúde anunciou no fim da tarde desta sexta que mantém o público-alvo e que ainda vai avaliar se amplia a oferta da vacina. Veja a nota completa no fim da reportagem.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe segue até a próxima sexta-feira (9), e não será mais prorrogada, segundo o ministro.

Barros explicou que o inverno está muito próximo e que a população precisa tomar a vacina o quanto antes para que ela tenha efeito.

“É importante que as vacinas sejam aproveitadas. Quem deseja pode buscar as unidades de saúde até que termine o estoque”, disse.

Segundo o ministro, das 60 milhões de dose adquiridas ainda restam 10 milhões em todo o país. O objetivo da liberação da imunização para toda a população é que não ocorra desperdício das doses já adquiridas. “O que nós desejamos é que vacina não se perca por decurso do prazo”, declarou.

Campanha prorrogada

 

A campanha de vacinação contra a gripe, programada para acabar em 26 de maio, foi prorrogada até o dia 9 de junho pelo Ministério da Saúde.

Leia Também:  UFMT Campus do Araguaia em Barra do Garças testa curativo para queimaduras feito a base de babosa e própolis

Conforme a pasta, até esta sexta-feira (2), 41,3 milhões de pessoas do público-alvo se vacinaram contra a gripe no país. O Amapá é o único estado que atingiu a meta até este momento, com 95,6% do público-alvo vacinado.

Os estados com maior cobertura vacinal, além do Amapá, foram Paraná, com 84,9%, e Santa Catarina, com 84,8%.

As doses da vacina estão disponíveis nos postos de saúde em todo o país. A imunização protege contra os três sorotipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para este ano: H1N1, H3N2 e Influenza B.

Grupos prioritários

Com a prorrogação, a meta é alcançar 90% das 54,2 milhões de pessoas incluídas no público-alvo.

Dos grupos que podem tomar a vacina pelo Sistema Único de Saúde (SUS), os trabalhadores de saúde, até o momento, a maior cobertura: 84,5% desse público já se vacinou. Entre idosos, o alcance foi de 83,8% e, entre os indígenas, de 83,6%.

Os grupos que menos se vacinaram foram as crianças, com 62,3% de cobertura, gestantes, com 62,4%. Este ano, a novidade da campanha foi a inclusão dos professores da rede pública e privada no público alvo. Até o momento, 76,7% deles se vacinaram.

Número de casos foi alto em 2016

Em 2016, houve 12.174 casos confirmados de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por influenza no país. A SRAG é uma complicação da gripe. Houve ainda 2.220 mortes, número alto em comparação a anos anteriores. Do total de óbitos, a maioria (1.982) foi por influenza A/H1N1. Este foi o maior número de mortes por H1N1 desde a pandemia de 2009, quando 2.060 pessoas morreram em decorrência do vírus no Brasil.

Leia Também:  Com Covid-19, ex-deputado federal Tampinha é internado e intubado em hospital de SP

Veja a íntegra da nota da Secretaria de Saúde do Paraná:

A Secretaria de Estado da Saúde esclarece que o Paraná mantém a Campanha de Vacinação contra a Gripe para o púbico alvo já definido – crianças entre seis meses a quatro anos, gestantes, mulheres que tenham realizado parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, doentes crônicos (mediante prescrição médica), profissionais de saúde , indígenas e professores em atividade. A meta é vacinar 90% do público-alvo.

Até esta sexta-feira (2), o Paraná já atingiu 85,5% de cobertura vacinal, com 2,5 milhões de doses aplicadas. O Estado é o terceiro do país em cobertura vacinal nesta campanha, que se encerra no dia 9 de junho.

A ampliação da oferta da vacina da gripe para outros grupos dependerá de análise técnica da COMISSÃO DE INFECTOLOGIA e da Secretaria de Estado da Saúde em consenso com os municípios, de forma a garantir o atendimento pleno para eventuais novos grupos populacionais.

Com o número de doses disponíveis, não é possível atender toda a população paranaense. A Secretaria de Estado da Saúde pede que somente as pessoas incluídas no público alvo da campanha compareçam às Unidades de Saúde para tomar a vacina contra a gripe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Prefeito Zé Bueno entrega um dos maiores e bem equipado Hospital da região para a população de Campinápolis

Os equipamentos são novos, modernos e de última geração, a unidade conta com mobílias novas, aproximadamente 100 servidores, 40 leitos hospitalares, 02 centros cirúrgicos, sete clínicos geral que atenderão urgência emergência e media complexidade, ambulâncias, quadro de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

Publicados

em

Na manhã desta sexta-feira (12.08) a reportagem do Notícia dos Municípios esteve na cidade de Campinápolis-MT acompanhando a inauguração de um dos maiores Hospitais Municipal de Mato Grosso, a cerimônia de inauguração contou com a presença de um grande numero de populares, vereadores, secretários municipais de saúde e prefeitos de municípios circunvizinhos, além da secretária de Estado de Agricultura e esposa do deputado federal Carlos Bezerra, Teté Bezerra.

Em seu discurso bastante aplaudido, o prefeito José Bueno enalteceu o trabalho em equipe da sua gestão, e destacou a atuação dos ex-prefeitos Dr. Altino Vieira Resende e Jovan Faria, que segundo Bueno contribuíram bastante com a construção daquela unidade de saúde.


Cerimônia bastante concorrida com a presença da população e autoridades.

 “A mais de uma década o Altino iniciou esta obra que é um sonho de toda população através de uma emenda do saudoso deputado federal Homero Pereira no valor de R$ 900 mil reais, há época, o Jeovan deu continuidade e mais recursos foram investidos, e nós concluímos ela definitivamente fazendo mais investimentos ampliações e aquisição de equipamentos e mobílias para fazer funcionar, investimos recursos próprios e de parcerias para garantir o bom funcionamento desta unidade de saúde”. Disse o prefeito fazendo justiça aos que o antecederam.

Segundo Zé Bueno somente na sua gestão foram aplicados mais de 2 milhões em investimentos para viver esse momento ímpar e proporcionar mais saúde de qualidade para sua população.

Leia Também:  Bolsonaro veta verba para combate à covid-19

Questionado pela reportagem sobre o custo para manter a unidade funcionando, o prefeito foi enfático ao afirmar que os cofres públicos do município estão preparados para fazer funcionar o hospital e assim será feito a partir de agora. Pontuou o gestor de forma otimista.

De acordo a secretária municipal de saúde, Daiane Moura Gomes Santana, o novo Hospital de Campinápolis atenderá urgência emergência e media complexidade, a unidade conta com aproximadamente 100 servidores do quadro, além da equipe terceirizada da saúde.

Enfermarias climatizadas com camas para pacientes e acompanhantes.

Ao todo são 40 leitos hospitalares, 02 centros cirúrgicos, sete clínicos gerais atendendo, ambulâncias, quadro de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, sendo dotado de novos e modernos equipamentos de última geração.

O objetivo da gestão é ampliar ainda mais o numero de profissionais, desta feita trazendo mais especialidades para atender alta complexidade, o Hospital Regional que tem parceria com o município é o Paulo Alemão, localizado em Agua Boa (distante 150 km).

“Quero aqui agradecer a Deus por esse momento tão importante e por esse sonho realizado e também nossos parceiros que não mediram esforços para ajudar nosso município, inclusive a Câmara de vereadores, todos são nossos parceiros de primeira hora, a eles nossa gratidão”. Disse o prefeito.

Primeira Dama Ana Lucia Bueno e o prefeito Zé Bueno, sob a lente do Notícia dos Municípios.

Já a vice-prefeita Eva da Paz e a Primeira Dama Ana Lucia Correia Cacão Bueno, disseram da satisfação em participar desse momento tão importante para a saúde do município e para o bem estar da população campinapolensse, elas lembraram a luta intensa do prefeito José Bueno e toda sua equipe de governo para colocar o hospital para funcionar definitivamente visando garantir mais dignidade e qualidade de vida para a população.

Leia Também:  Campanha de combate à pobreza menstrual entrega três mil pacotes de absorventes em Barra do Garças

Segundo apurou nossa reportagem, o funcionamento definitivo do Novo Hospital Municipal de Campinápolis se inicia na próxima segunda-feira (15) e somente foi possível, graças ao empenho pessoal do prefeito José Bueno e sua equipe de governo que contou com o empenho e parceria firmada com o deputado estadual Nininho e os federais; Carlos Bezerra e Juarez Costa.

Durante a cerimônia de inauguração um grupo gospel local presentaram um hino alusivo à agradecimentos a Deus, e ainda contou com uma palavra de saudação por um pastor local focado em nos livros de Atos dos Apóstolos capítulo 10:10 e de Deuteronômio 28.

Atendimento e internações do Hospital Municipal.

Participaram da inauguração, a secretária de Estado de Agricultura Teté Bezerra, os prefeitos de Torixoréu, Thiago Timo, João Bang, de Nova Xavantina, de Novo São Joaquim, Leonardo Faria Zampa, o ex-prefeito de Campinápolis, Dr. Altino Vieira Rezende, secretários municipais, vereadores, autoridades civis, eclesiásticas e um grande numero de pessoas da comunidade.

ASSISTA A ENTREVISTA DO PREFEITO E DA SECRETARIA 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA