Saúde

Taxa de ocupação de leitos de UTI por pacientes em estado grave com Covid-19 em MT é de 70%

Dos 482.295 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.667 estão em isolamento domiciliar e 457.425 estão recuperados.

Publicados

Saúde

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (25), 482.295 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 12.629 óbitos em decorrência do coronavírus no estado.

Foram notificadas 309 novas confirmações de casos de coronavírus no estado e 12 mortes nas últimas 24 horas. Dos 482.295 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.667 estão em isolamento domiciliar e 457.425 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 381 internações em UTIs públicas e 313 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 70,30% para UTIs adulto e em 36% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (98.227), Rondonópolis (34.280), Várzea Grande (32.282), Sinop (23.263), Sorriso (16.879), Tangará da Serra (16.576), Lucas do Rio Verde (14.460), Primavera do Leste (12.657), Cáceres (10.493) e Barra do Garças (9.656).

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Médico da linha de frente contra Covid em Barra do Garças responde bem ao tratamento
Propaganda

Saúde

Prefeitura de Barra do Garças renova leitos de UTI do Pronto Socorro com novas camas elétricas

As novas camas foram compradas para substituir seis leitos que estavam sendo alugados mensalmente para uso hospitalar.

Publicados

em

A Prefeitura de Barra do Garças, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, adquiriu recentemente oito novos leitos elétricos para a UTI do Pronto Socorro Municipal. As novas camas foram compradas para substituir seis leitos que estavam sendo alugados mensalmente para uso hospitalar, com a nova aquisição estão sendo economizados cerca de R$ 90 mil anuais aos cofres municipais.

As camas foram adquiridas através de recursos de emenda parlamentar, e o secretário de Saúde, Adilson Tavares, frisou que era um anseio antigo da gestão renovar os leitos do Pronto Socorro e deixar de pagar aluguel por camas hospitalares.

“Nossa visão é em breve substituir todos os leitos por camas novas, elétricas e modernas para melhor atender nossos pacientes. Estávamos pagando mais de R$ 1.300 mensais por cama aqui no hospital, seis eram alugadas, com essa economia também podemos investir mais na estrutura do Pronto Socorro e transformar a Saúde do nosso município”.

A coordenadora geral do Pronto Socorro, Alverina Kosanke, falou sobre a necessidade urgente das camas para atender os pacientes mais necessitados.

Leia Também:  Novo prédio da Prefeitura de Araguaiana é inaugurado com festa e expectativa de novas obras

“Com as camas que chegaram nós já conseguimos acomodar os pacientes que mais precisavam, com mais conforto e de forma adequada. Estamos aguardando agora os novos leitos que ainda virão e que vão auxiliar no tratamento dos pacientes da UTI e da Semi Intensiva”.

De acordo com a Secretaria de Saúde, outras 14 camas estão em processo licitatório para aquisição e em breve devem chegar ao Pronto Socorro. Além disso, estão sendo adquiridos insumos e equipamentos hospitalares novos,  através de recursos do deputado estadual Nininho, no valor de R$ 200 mil, que irão contribuir com a renovação e modernização de todos os leitos de UTI e enfermaria do hospital.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PAU E PROSA

POLICIAL

CIDADES

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA